domingo, 5 de abril de 2015

Câmaras Municipais da Paraíba gastam até R$ 560 mil em diárias



Jornal da Paraíba
Foto ilustrativa da internet


Legislar, fiscalizar o Executivo e viajar, não necessariamente nesta ordem. É isso o que tem ocorrido na maioria das câmaras municipais da Paraíba.

Juntas, em 2014, elas gastaram R$ 560 mil em recursos públicos para custear viagens dos parlamentares.

Os dados foram coletados junto ao Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres), do Tribunal de Contas do Estado (TCE). E as dívidas já foram maiores.

De acordo com dados do Sagres, as câmaras dos 131 municípios que declararam despesas com viagens em 2010 ‘torraram’ nada menos que R$ 700 mil – um montante 20% superior. A câmara municipal mais perdulária segundo dados do Tribunal de Contas foi a de Cajazeiras, no Sertão paraibano, com R$ 56,6 mil em diárias. O município superou em muito a marca anterior, 4 anos antes, quando gastou R$ 49,5 mil.

CAMPEÃ

Cajazeiras fica a 464 km de João Pessoa, onde estão localizadas as sedes dos poderes Executivo e Judiciário, Ministério Público e Tribunal de Contas. Na maioria dos casos, são os locais mais “visitados” pelos parlamentares e funcionários da Câmara. Esta é a justificativa do presidente do Legislativo, vereador Nilson Lopes (PSD), para as despesas com diárias.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

“As sedes se concentram na capital do Estado e há necessidade dos deslocamentos de minha parte para resolver problemas da Câmara. Posso garantir que todas as diárias foram usadas de forma legal, não havendo a menor chance de complementação de salário”, frisou Nilsinho, como é mais conhecido o dirigente.

Dos R$ 88,2 mil, o presidente da Câmara recebeu R$ 8,1 mil para cobrir despesas com viagens. Já o vereador Marcos Barros recebeu, em 2014, R$ 7,5 mil em diárias, o mesmo valor de Alisson Américo Almeida.

A consulta realizada pelo JORNAL DA PARAÍBA mostrou uma mudança de comportamento entre 2010 e 2014. Naquela época, Cabedelo era campeã em gastos com diárias, apesar da proximidade com João Pessoa. Foram gastos R$ 56,6 mil com diárias, montante que caiu para R$ 6,5 mil no ano passado.





Nenhum comentário:

Postar um comentário