segunda-feira, 30 de março de 2015

PB registra 5 homicídios e 2 tentativas em poucas horas; jovem morre dentro de igreja

 

Portal Correio
Foto ilustrativa da internet


Todas as ocorrências envolveram armas de fogo; motivações para os crimes eram, até então, desconhecidas; ninguém havia sido preso.

A noite desta segunda-feira (30) foi de muita violência na Paraíba, sobretudo na Grande João Pessoa. Cinco homicídios e duas tentativas foram registrados no intervalo de poucas horas. Na Capital, mortes aconteceram nos bairros Valentina Figueiredo, Esplanada e Costa e Silva, na Zona Sul da cidade. Outros assassinatos ocorreram em Santa Rita, na região metropolitana, e no município de Mari, na Zona da Mata. Em Jacumã, no Litoral Sul, houve uma tentativa de homicídio.

O primeiro caso ocorreu em Mari, na Zona da Mata, a 60 km de João Pessoa. Por volta das 17h30, um apenado do regime semiaberto de 42 anos foi morto a tiros na Rua Joaquim de Freitas filho, bairro Vermelho. Segundo o sargento Mariano, da Companhia de Polícia Militar de Sapé, que fica responsável pelas ocorrências da região, o preso respondia por homicídio e foi morto por uma dupla de moto. Os suspeitos ainda não haviam sido identificados.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

Em Santa Rita, um jovem foi morto e a avó dele foi baleada de raspão no local onde residiam. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência realizou o socorro das vítimas, mas, segundo a PM, o jovem já chegou sem vida ao Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa. O quadro clínico da avó ainda não havia sido divulgado. Suspeitos ainda eram desconhecidos.

No bairro Esplanada, na Capital, de acordo com oficiais do 5º Batalhão da PM, um jovem de 20 anos foi baleado por pessoas que também não haviam sido identificadas. Ele correu para pedir socorro em uma igreja evangélica e acabou não resistindo e morrendo dentro do local.

No bairro Costa e Silva, também em João Pessoa, o crime ocorreu na comunidade Taipa. Conforme a PM, um jovem não identificado foi morto a tiros e ninguém declarou ter testemunhado o homicídio. A vítima conduzia uma bicicleta quando foi morta.

Na ocorrência do Valentina Figueiredo, um jovem foi vítima de disparos de arma de fogo nas proximidades de uma faculdade. A PM informou que ele foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento Célio Pires de Sá, no mesmo bairro, mas morreu ao dar entrada na instituição.

Em Jacumã, distrito do município do Conde, Litoral Sul da Paraíba, um homem foi vítima de atentado a tiros na comunidade Mamona. A PM apenas confirmou o crime, mas não tinha detalhes sobre o andamento do caso. O ‘Trauma’ de João Pessoa não confirmou a entrada da vítima na instituição.

As motivações para todos os crimes eram, até então, desconhecidas. Ninguém havia sido preso.






Nenhum comentário:

Postar um comentário