domingo, 22 de março de 2015

Após derrota nas urnas, Cássio descarta disputar eleições em 2018


O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) revelou na última sexta-feira (20) que não deve disputar nenhum cargo nas eleições de 2018, pelo menos por enquanto. Segundo ele, a data ainda está muito longe e seu foco é representar dignamente o Estado e também a liderança da oposição no Senado Federal.

"Não é algo que penso neste momento. Não é algo que se quer habita em minha mente. Minha tarefa como senador e líder de oposição representando nomes como o de senadores como Aécio Neves e Aloysio Nunes é de grande responsabilidade. Minha energia está muito ativa para isso e representar com honradez e dignidade o povo da Paraíba que me confiou esta missão e meu foco é esse, no meu mandato no Senado Federal", explicou.

Indagado sobre os parlamentares que compõem a oposição na Paraíba na Assembleia Legislativa, Cássio destacou os tucanos na Casa de Epitácio Pessoa, mas agrupou mais de 15 deputados como oposicionistas e que eles devem contribuir muito com as discursões no Estado.

"A oposição na Assembleia é forte, conta com uns 15 deputados, incluindo os do PSDB, Camila Toscano, Tovar Correa, Dinaldinho e Bruno Cunha Lima. Acredito que eles podem contribuir muito. Não posso fazer oposição lá, sou senador, mas às vezes me pedem para falar por eles, pelo prefeito de Campina Grande. Bate cansaço e estresse, no entanto, faz parte da minha escolha e quero dignificar meu papel de senador e representar com dignidade o povo que me escolheu", destacou o tucano.

Cássio também não descartou aproximação com o Governador Ricardo Coutinho (PSB) caso o assunto seja para o bem da Paraíba.

"Meus problemas pessoais não devem sobrepor aos interesses do Estado", revelou o senador que atualmente é opositor do socialista.






PB Agora

Foto reprodução internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário