sábado, 7 de fevereiro de 2015

Chacina: Três conselheiros tutelares e uma idosa são assassinados no exercício da função


Chacina foi registrada na noite desta sexta-feira (6). Segundo a Polícia Militar, uma criança também foi atingida na cabeça.

Uma chacina no município de Poção, no Agreste pernambucano, a 240 quilômetros do Recife, foi registrada na noite desta sexta-feira (6). Três conselheiros tutelares e uma idosa foram mortos a tiros dentro de um carro, por volta das 19h, no Sítio Cafundó, na zona rural. Um suspeito foi identificado. Pelo menos quatro equipes da Polícia Civil e sete viaturas da PM fazem buscas na cidade.

O governador do estado, Paulo Câmara, determinou a criação de uma força-tarefa para investigar o caso. Quatro equipes, cada uma comandada por um delegado, estão investigando a chacina.

De acordo com informações preliminares, os conselheiros voltavam do município de Arcoverde, no Sertão, com uma criança, cujo pai teria perdido a guarda dela por ordem judicial. As vítimas foram identificadas como Lindenberg Vasconcelos, Carmem Lúcia e Daniel Farias. A outra vítima é Ana Rita Venâncio, que seria avó da criança.


Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias. 


“Estamos tratando essa investigação como prioridade total para esclarecer o mais rápido possível. Assim que o governador soube da tragédia, ele designou a força-tarefa”, afirmou o secretário de Defesa Social do estado, Alessandro Carvalho.

Esta é a primeira chacina registrada em Pernambuco neste ano. Estão a frente das investigações os delegados Paollus Santos, Erick Lessa, Francisco Souto e Jimena Gouveia.

No município há cinco conselheiros tutelares. A polícia está tentando contato com os dois sobreviventes, mas ainda não obteve sucesso.

O governo do estado divulgou nota oficial sobre o caso. Leia na íntegra:

O Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Defesa Social, acionou quatro equipes da Polícia Civil para investigar o quádruplo homicídio ocorrido na noite desta sexta-feira (6), no Sítio Cafundó, município de Poção, no Agreste do estado.

As equipes, com um delegado cada, são especializadas em investigação de homicídios, e foram acionadas de Caruaru e Belo Jardim para Poção, tão logo o fato chegou ao conhecimento da Polícia.

A força-tarefa é coordenada pelo delegado Erick Lessa, Gestor de Controle Operacional do Interior 1, que engloba o Agreste e Zona da Mata. Mas ainda nesta noite, o diretor do Interior 1, delegado Darley, assumirá o comando da força-tarefa.

O Instituto de Criminalística (IC) e o Instituto Médico Legal (IML) foram acionados. Todo o efetivo da Polícia Militar da região se encontra à disposição da Polícia Civil para eventuais diligências que contribuam para o esclarecimento do caso.

A determinação expressa do governador Paulo Câmara é que o crime seja rapidamente elucidado e para isso recomendou todos os esforços do Estado.











Diário de Pernambuco
Fotos: Blog do Jair Ferraz 

Nenhum comentário:

Postar um comentário