sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Pedreiro suspeito de estupro é morto com arma branca na PB

 

Vítima era suspeita de estuprar a enteada de 5 anos há 15 dias.

Vizinhos do pedreiro temiam abusos a outra crianças e comemoraram morte.

Um pedreiro, de 38 anos, foi assassinado a golpes de arma branca na noite de quinta-feira (26) em Paratibe, na Zona Sul de João Pessoa. Segundo informações da Polícia Civil, o homem assassinado era suspeito de ter estuprado a enteada, de 5 anos, há cerca de 15 adias.

O delegado de Homicídios da capital paraibana, Pedro Ivo Soares, comentou que os indícios apontam que a vítima foi morta em um outro local e jogado perto da casa. O delegado não apontou suspeitos, mas os vizinhos da vítima comemoraram o assassinato. O corpo foi encontrado em uma área de difícil acesso, próximo à vila em que morava.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

Um dos vizinhos, que não quis se identificar, afirmou em entrevista à TV Cabo Branco que os moradores da área tinham medo que o pedreiro abusasse de alguma outra criança. “A população temia que ele viesse a estuprar outras crianças. E assim temendo, a população se revoltou e acabou acontecendo o que aconteceu com ele. Para a gente, ele teve o que merecia”, declarou.

A esposa do suspeito comentou que ele costumava beber e discutir com os vizinhos. “Ele dizia muitas coisas às pessoas. Não sei, às vezes alguém guarda alguma raiva”, comentou a companheira do pedreiro assinado em entrevista à TV Cabo Branco. Até as 8h desta sexta-feira (27) nenhum suspeito havia sido preso.






G1 PB
Foto reprodução TV Cabo Branco

Nenhum comentário:

Postar um comentário