sábado, 21 de fevereiro de 2015

Pai é suspeito de obrigar quatro filhos menores a trabalhar nas ruas, na Paraíba

Menina teria sido flagrada trabalhando

Crianças tinham entre 10 e 13 anos de idade. De acordo com a Polícia Civil, os menores passavam boa parte do dia vendendo mercadorias. Pai pode ter a prisão preventiva decretada na próxima semana.

Um homem de 37 anos é suspeito de estar cometendo exploração de trabalho infantil contra quatro dos sete filhos na cidade de Itaporanga, no Sertão paraibano, a 415 km de João Pessoa. Ele estaria obrigando as crianças, menores de idade, a cuidar de uma lanchonete e vender sorvete nas ruas da cidade.

As crianças teriam entre 10 e 13 anos de idade. Segundo a polícia, elas passavam boa parte do dia sendo obrigadas a vender as mercadorias.

De acordo com o delegado da Polícia Civil em Itaporanga, Cristiano Santana, a denúncia partiu de moradores. “Recebemos as denúncias e solicitamos que agentes averiguassem a situação. Eles identificaram as crianças empurrando um carrinho, vendendo açaí e sorvete na avenida Getúlio Vargas, a principal da cidade, e as levaram até a delegacia para depoimento”, disse.


Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

Em depoimento, as crianças, um menino de 11 anos e uma menina de 10 anos, teriam confirmado que são obrigadas pelo pai a vender os produtos e indicaram que outras duas irmãs estariam passando pela mesma situação.

“Colhemos os depoimentos e estamos investigando a possível exploração de outras duas menores, filhas do suspeito, que possuem 12 anos e 13 anos, e estariam sendo obrigadas a tomar conta de uma lanchonete que fica próxima ao ponto onde os outros menores vendem o açaí”, afirmo o delegado.

O pai das crianças foi encontrado e detido. Ele negou que obrigue os filhos a trabalhar e assinou um termo de compromisso, sendo liberado em seguida. 

“O pai negou que obrigue os filhos a trabalhar, mas estamos apurando, e pode ser constatado a exploração de trabalho infantil. Colhemos mais depoimentos nesta sexta (19) e vamos ouvir a mãe das crianças na próxima semana”, informou Cristiano Santana.

Se confirmada a exploração de trabalho infantil, o pai dos menores pode ser autuado por até quatro crimes. “Estamos apurando e, até a próxima quarta-feira (25), teremos novidades no caso. Ele deve ser autuado em até quatro crimes e podemos decretar a prisão preventiva na próxima semana”, concluiu o delegado.









Portal Correio
Foto reprodução Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário