domingo, 22 de fevereiro de 2015


Condenada a seis anos de prisão, a médica cumpre pena desde abril de 2014, Ela saiu em 28 de janeiro e não voltou ao Complexo Penitenciário Estevão Pinto.

A médica Myriam Priscilla Rezende de Castro, que mandou cortar o pênis do ex-noivo em Juiz de Fora, na Zona da Mata, foi encontrada pela Polícia Militar (PM) na noite deste sábado em Belo Horizonte. Ela estava foragida do Complexo Penitenciário Estevão Pinto, no Bairro Horto, região leste da capital, desde 28 de janeiro. Condenada a seis anos de prisão, a médica cumpre pena desde abril de 2014 e, em junho, teve permissão para trabalhar. A detenta precisa retornar para dormir na unidade prisional todos os dias.

De acordo com a PM, um denunciante anônimo informou à corporação que Myriam está internada no Hospital Octaviano Neves, no Bairro Santa Efigênia, Região Centro-Sul de BH. O advogado dela, Giovanni Caruso Toledo, já havia adiantado que a médica, grávida de gêmeos, estaria internada em uma maternidade da capital. Ele negou que ela estivesse foragida.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

Toledo afirmou que a cliente passou mal no dia 28, por isso foi ao hospital. Ele já havia feito um pedido de prisão domiciliar ao juiz, uma vez que a gestação é de risco. Mas, em virtude da internação, que segundo o defensor, também foi comunicada ao magistrado, a solicitação nem chegou a ser analisada.

Conforme o advogado, Myriam está com quadro de anemia, pressão alta, risco de pré-eclâmpsia e dilatação do útero já em torno de 40%. Além disso, um ultrassom realizado nessa sexta-feira teria constatado falta de nutrientes a um dos bebês, o que pode inclusive antecipar o parto a partir da semana que vem (mesmo fora do tempo normal para uma gestação segura).

A defesa garante que o juiz responsável pelo caso está ciente de todas as informações da intenação. A PM agora mantém a mulher sob escolta na unidade de saúde. Os militares vão registrar a ocorrência de prisão da foragida e repassar para a Polícia Civil. A Secretaria de Estado de Defesa Social não tinha informações sobre a localização da detenta, somente com a ação da PM, nesta noite, o órgão será oficialmente comunicado da localização de Myriam.






Estado de Minas
Fotos: reprodução Estado de Minas

Nenhum comentário:

Postar um comentário