segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Homem é morto dentro de casa e mais 3 morrem em poucas horas na Paraíba

Local de um dos crimes, no Conde

Vítimas eram do sexo masculino e as motivações para os quatro casos eram desconhecidas; em Campina Grande, vítima era homossexual e já teria sofrido tentativa de homicídio.

A Paraíba registrou mais um início de semana violento. Três pessoas foram mortas no intervalo de poucas horas na noite desse domingo (15), na Grande João Pessoa. Os casos ocorreram no conjunto Colinas do Sul, Zona Sul; no Centro da cidade e no município do Conde, no Litoral Sul do estado. Na madrugada desta segunda-feira (16), um jovem também foi assassinado em Campina Grande.

De acordo com o agente Alisson, da Delegacia de Homicídios da Capital, a primeira ocorrência se deu no Centro de João Pessoa, onde um homem foi morto nas proximidades do Teatro Santa Roza. Ele não havia sido identificado até a manhã desta segunda. “A perícia não havia determinado qual arma teria sido utilizada no assassinato, mas pessoas que estavam perto do local afirmaram ter ouvido tiros”, contou o agente.


Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias. 

O segundo caso ocorreu no Colinas do Sul, onde um homem de 30 anos foi morto a tiros dentro do local onde residia, na Quadra 92, Lote 552. A polícia, que afirmou ainda não ter suspeitos pelo caso, disse que a vítima estava sozinha na casa quando foi morta.

No caso do homem assassinado no Conde, a reportagem entrou em contato com os batalhões da Polícia Militar e Delegacias do Litoral Sul, que confirmaram o crime, mas os agentes não tinham acesso aos dados, pois estes foram colhidos por equipes que estavam de plantão no momento da ocorrência. Com a mudança de turno, não se tinha acesso aos arquivos.

Às 4h30 da madrugada, um jovem de 19 anos foi morto a tiros e facadas no bairro da Liberdade, Zona Sul de Campina Grande. Segundo o pai da vítima, o rapaz era usuário de drogas. Pessoas próximas afirmaram que ele era homossexual e que teria passado o domingo bebendo, situação em que foi visto com vida pela última vez. O investigador da Polícia Civil Franck Barbosa disse que a polícia seguirá com averiguações e que o assassinado já teria sofrido uma tentativa de homicídio. 





Portal Correio
Foto reprodução Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário