quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Chove forte no interior da Paraíba e Aesa prevê mais precipitações para esta quinta-feira

Registro fotográfico mostra que Rio Taperoá ficou cheio após chuvas

Chuvas foram mais intensas no distrito de São Gonçalo, no Sertão, e em São José dos Cordeiros, no Cariri.

Choveu forte em várias cidades do Cariri, Curimataú, Sertão e Alto Sertão do estado entre a noite dessa quarta (4) e a madrugada desta quinta-feira (5). De acordo com a Agência Executiva de Gestão de Águas da Paraíba (Aesa), as precipitações foram mais intensas em São Gonçalo (distrito do município de Sousa, Sertão do estado, a 438 de João Pessoa) e São José dos Cordeiros (Cariri, a 298 km da Capital).

“Em São José dos Cordeiros choveu 156.1 milímetros e em São Gonçalo choveu 108.9”, informou a meteorologista Marle Bandeira, ao Portal Correio. “A alta umidade e o calor verificados na região contribuíram para o favorecimento da ocorrência de chuvas”, completou Marle.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias. 

Ainda segundo a Aesa, foram registradas chuvas em 56 das 269 estações monitoradas pela Agência. A previsão é de que mais chuvas isoladas ocorram durante a tarde e noite em cidades do Cariri, Sertão e Alto Sertão.

Chuva além do previsto

Em Patos (Sertão do estado, a 307 km de João Pessoa), choveu 90% da média prevista para todo o mês de fevereiro em apenas dois dias. Apesar disso, a situação dos açudes que abastecem a cidade continua preocupante. A barragem da Farinha está com apenas 4,4%, ou 1,1 milhão de metros cúbicos (m³), da capacidade total de 25,7 milhões de m³, de acordo com a última medição realizada pela Aesa. Já o açude do Jatobá, principal manancial de Patos, está com 20,6%, ou 3,6 milhões de m³ da capacidade total, que é de 17,5 milhões de m³.

Segundo a meteorologista Marle Bandeira, neste mês, a cidade de Patos "tem uma climatologia média de 130 mm, mas, em apenas dois dias, já atingiu 115 mm. Até o fim do mês, essa média de chuvas deve ser ultrapassada”, afirmou.

O período chuvoso na região do Sertão paraibano, segundo a meteorologista, ocorre entre os meses de fevereiro e maio. A previsão para a época é de que as chuvas caiam de maneiras isoladas e que a média possa ser ultrapassada em alguns municípios. Outras cidades, no entanto, podem sofrer com a falta das chuvas.

Muitas pessoas usaram as redes sociais para comemorar o registro de precipitações na região. “Muita chuva ontem na região de Patos e no Cariri paraibano, região de São José dos Cordeiros. Obrigado, meu Deus”, escreveu o internauta Ivaldo Donato, no microblog Twitter. “Graças a Deus, chuva na minha terrinha!”, publicou o usuário Pedro Azevedo. 

Chuva em Patos foi registrada por internauta

Motociclista enfrenta dificuldades para trafegar em Patos

Em dois dias choveu 115 mm na cidade de Patos







Portal Correio
Foto reprodução Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário