quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Adolescente que se jogou de prédio na Paraíba foi estuprada e agredida, conclui Polícia Civil

Queda ocorreu do 3º andar
Homem de 37 anos, que é dono do apartamento onde a adolescente trabalhava, foi indiciado por estupro e lesão corporal.

A Polícia Civil da Paraíba concluiu, nesta quinta-feira (8), o inquérito que apurava as circunstâncias da queda de uma adolescente de 17 anos do 3º andar de um prédio residencial da cidade de Pombal, no Sertão do estado. De acordo com o delegado Anderson Fontes, que investigou o caso, ficou comprovado que a menor se jogou depois de ter sido estuprada e agredida fisicamente. O caso ocorreu em novembro de 2014.Um homem de 37 anos, que é dono do apartamento onde a menor trabalhava, foi indiciado por estupro e lesão corporal.

O delegado explicou que a menor afirmou durante depoimento que mantinha um relacionamento extraconjugal com o homem há cerca de dez meses. A vítima ainda falou que as brigas entre eles ficaram constantes depois dela iniciar um relacionamento amoroso com um rapaz. Doze horas antes do crime, ela teria sido obrigada a fazer relação sexual com o homem, conforme concluiu à Polícia Civil.
“A menor foi submetida a dois exames: traumatológico e sexológico. Os resultados foram conclusivos e apontaram que ela tinha mantido relação sexual de forma forçada como homem, o que configura estupro, e o traumatológico apontou que traumas provocados por surra, tipo corda. Isso teria ocorrido na noite anterior dela pular do prédio”, relatou o delegado.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.
Em depoimento, a adolescente falou que minutos antes de pular do 3º andar, o suspeito pediu para ela se despir e teria a espancado, por não aceitar o início do relacionamento da garota com outro homem. Após ele sair do local, ela subiu na janela e se jogou. Na hora da queda o homem teria ficado desesperado e tentado socorrer a garota. “Vizinhos disseram que a menina – que estava sem roupas - teria se jogado da janela do quarto e ele apareceu na varanda, depois de gritos dos vizinhos por socorro. Com um lençol, ele enrolou a garota e a levou para dentro do apartamento”, revela, acrescentando que não descarta o pedido de prisão preventiva do homem.
A garota foi socorrida por uma unidade do Corpo de para o Hospital Regional de Pombal. Devido o traumatismo provocado pela queda, a vítima foi transferida para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.





Portal Correio
Foto reprodução Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário