sábado, 13 de dezembro de 2014

Adolescente de 13 anos é forçada a ter relações íntimas com o próprio pai

 Menina de 13 anos é forçada a ter relações íntimas com o próprio pai
Uma estudante foi repetidamente forçada a ter relações íntimas com seu próprio pai, após conhecê-lo através do Facebook.

A menina de 13 anos tornou-se ciente de quem era seu pai através de amigos e postagens da rede social, descobrindo que o homem estava morando em South Yorkshire, na Inglaterra.

Depois de se encontrar com o pai pela primeira vez, a adolescente foi convidada a ficar mais tempo e, eventualmente, sua mãe lhe permitiu que vivesse com o homem de 41 anos.

Mas o pai, em seguida, passou a ter relações íntimas com a menina por um período de seis meses.

Garota de 13 anos foi forçada a ter relações íntimas com o próprio pai durantes 6 meses, após conhecê-lo pelo Facebook e pedir autorização à mãe para morar com ele.

Inicialmente ela dormia no sofá, mas quando seu pai se separou de sua namorada, a atenção se voltou para a filha.

O pai fez carícias na filha até convencê-la a dormir com ele na mesma casa. Mas, durante a noite, acabou iniciando o ciclo de relações íntimas com ela.

Curta a página do Facebook ou siga o Twitter do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias. 

Timothy disse: “Ela não resistiu, porque ele era o pai dela. Ela disse que tinha vontade de sair fora, mas não podia, já que ele era o pai. Aconteceu de novo ao longo de um período de seis meses, com relações ocorrendo em uma base regular a cada dois dias.”

O pai incentivou a menina a beber álcool antes de ter relações íntimas com ela. A garota finalmente saiu de casa e deixou de viver no local.

A adolescente, agora com 18 anos, e que não pode ser identificada, disse pela primeira vez a uma assistente social o que tinha acontecido e depois para a polícia, no ano passado.

Os agentes da polícia encontraram textos antigos no telefone do homem, que sugeriam que ele havia tido uma relação íntima com a filha.

Quando foi preso, ele inicialmente negou ter qualquer contato com a menina, e disse que outro membro da família devia ter usado seu telefone.

O tribunal foi informado que o homem tinha um sério problema com bebidas, além de sofrer de depressão.

O Juiz, Simon Lawler, condenou o pai a seis anos de prisão.







Daily Mail
Fotos reprodução  Daily Mail

Nenhum comentário:

Postar um comentário