segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Distúrbio faz mulher casada, ter 90 orgasmos por hora; Veja o vídeo


Uma moradora do Arizona (EUA) sofre de um distúrbio sexual que a faz teraté 90 orgasmos por hora

Para Cara Anaya, de 30 anos, pegar o filho na escola ou ir ao shopping center pode ser uma experiência bastante desagradável. Por causa da Desordem da Excitação Sexual Persistente, que os médicos dizem ser incurável, Cara ter até 6 horas de prazer sexual espontâneo diariamente

A situação transformou a vida da americana, que mora com o marido, Tony Carlisi, de 34 anos, e o filho, Merrick, de 10, em um inferno. 

"É muito embaraçoso, confuso e humilhante. Quando está perto de crianças, você se sente uma pervertida porque você tem essas fortes sensações atravessando o seu corpo", desabafou Cara. 

Um dos maiores dramas de Cara é lidar com o problema diante do filho. 

"Isso tem arruinado o meu envolvimento na vida do meu filho, porque eu me sinto muito suja por ser parte disso. Queremos que ele seja um garoto normal, mas ele não pode ter amigos por perto pelo fato de a mãe dele ter esse distúrbio. A pior parte é explicar tudo para ele, porque ele é muito jovem", contou a americana. 

Quando o problema surgiu, Cara se tornou reclusa e largou o emprego. Ela ainda evita lugares públicos. 

"Tenho que aprender a controlar a minha excitação, ficando com cara de que nada esteja acontecendo comigo", disse ela.










O Globo
Foto: Barcroft Media/Other Images

Nenhum comentário:

Postar um comentário