quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Criança desmaia após ter sido estuprada e dopada na PB

 
Suspeito do crime é um adolescente de 15 anos; ele foi detido e revelou que manteve relação sexual de forma consentida.
Uma criança de 11 anos teria sido abusada sexualmente na noite dessa terça-feira (26) dentro de casa no bairro do Cristo Redentor, em João Pessoa. O suspeito do crime é um adolescente de 15 anos, que foi detido. Ele nega que a relação sexual foi forçada. A menina desmaiou após o estupro. Informou a delegada da Infância de Juventude, Joana D’arc.
Segundo a delegada, o menor apreendido disse que foi convidado pela garota para ir até a casa dela onde manteriam uma relação sexual. “O adolescente disse que quando chegou no local eles transaram, mas nada foi forçado. A menina disse que o garoto mandou ela ficar nua e teria forçado a relação sexual”, disse.
Após a relação, de acordo com a delegada, a menina tomou banho para ir à igreja quando passou mal. “A garota desmaiou quando estava indo para igreja pouco tempo depois do abuso. A vítima revelou que tomou um copo de água fornecido pelo rapaz. A amiga dela chamou o Samu, que a levou para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa”, falou a delegada. A garota continua internada em observação.

Curta o Facebook do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias. Clique AQUI

O médico que atendeu a ocorrência confirmou que a menor chegou sob efeito de alguma substância tóxica. "O profissional disse que a menina chegou desacordada e que teria tomado alguma substância alucinógena. A menina chegou desacordada no hospital. Ela será submetida a exames no Instituto de Polícia Científica de João Pessoa para confirmar a suspeita do médico sobre a intoxicação e constatar o abuso", confirmou Joana D' Arc.  O adolescente foi levado para a Delegacia do Menor Infrator onde vai responder pelo estupro de vulnerável  porque a vítima tem 11 anos.
Uma criança de 11 anos teria sido abusada sexualmente na noite dessa terça-feira (26) dentro de casa no bairro do Cristo Redentor, em João Pessoa. O suspeito do crime é um adolescente de 15 anos, que foi detido. Ele nega que a relação sexual foi forçada. A menina desmaiou após o estupro da Capital, conforme informou a delegada da Infância de Juventude, Joana D’arc.
Segundo a delegada, o menor apreendido disse que foi convidado pela garota para ir até a casa dela onde manteriam uma relação sexual. “O adolescente disse que quando chegou no local eles transaram, mas nada foi forçado. A menina disse que o garoto mandou ela ficar nua e teria forçado a relação sexual”, disse.
Após a relação, de acordo com a delegada, a menina tomou banho para ir à igreja quando passou mal. “A garota desmaiou quando estava indo para igreja pouco tempo depois do abuso. A vítima revelou que tomou um copo de água fornecido pelo rapaz. A amiga dela chamou o Samu, que a levou para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa”, falou a delegada. A garota continua internada em observação.

O médico que atendeu a ocorrência confirmou que a menor chegou sob efeito de alguma substância tóxica. "O profissional disse que a menina chegou desacordada e que teria tomado alguma substância alucinógena. A menina chegou desacordada no hospital. Ela será submetida a exames no Instituto de Polícia Científica de João Pessoa para confirmar a suspeita do médico sobre a intoxicação e constatar o abuso", confirmou Joana D' Arc.  O adolescente foi levado para a Delegacia do Menor Infrator onde vai responder pelo estupro de vulnerável  porque a vítima tem 11 anos.






Portal Correio
Foto ilustrativa da internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário