quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Açudes do Curimataú e Seridó Paraibano estão com menos de 10% de suas capacidades


Mesmo com chuvas esparsas registradas no final de 2013 e no início deste ano, a estiagem se agrava pelo interior da Paraíba. Dos 123 açudes monitorados pela AESA, apenas um reservatório esta sangrando, 58 estão com capacidade armazenada superior a 20% do seu volume total, 33 estão em observação (menor que 20% do seu volume total) e 31 açudes estão com volumes abaixo de 5% de suas capacidades de armazenamento.

Na região do Curimataú e Seridó paraibano, uma das mais secas do estado, a situação se agrava a cada dia. No município de Picuí, o volume de chuva é insuficiente há mais de três anos. Segundo dados da AESA do ultimo dia 12 de novembro, o reservatório de Várzea Grande, com capacidade para 21.532.659 m3, dispõe de apenas 2.736.675 m3, ou seja, 12,7% da sua capacidade total, o que é suficiente para fornecer o precioso liquido durante cerca de três meses para uma população estimada em 30 mil pessoas nos municípios de Picuí, Frei Martinho e Nova palmeira.

Curta o Facebook do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias. Clique AQUI

O açude Caraibeira, o segundo mais importante no abastecimento do município de Picuí, encontra-se seco há mais de um ano.

Situação mais grave é registrada nos municípios de Cuité e Nova Floresta, onde o açude do Cais, principal reservatório que abastece as duas cidades, encontra-se seco a mais de seis meses. Uma Pipa com 8.000 litros d’água está variando entre 70 a 100 reais.

A capacidade hídrica das regiões, de acordo com os açudes monitorados pela AESA/PB é de 58.467.293 m3 (100%), hoje a capacidade disponível é de 5.093.759 m3 (8,7%).







Portal do Curimataú
Foto reprodução Portal do Curimataú

Nenhum comentário:

Postar um comentário