sábado, 16 de agosto de 2014

Padre afirma que Assembleia de Deus “traiu o Evangelho” ao receber Dilma; Veja o vídeo.

A recepção à presidente Dilma Rousseff feita pela Assembleia de Deus no Brás, do pastor Samuel Ferreira, durante o Congresso de Mulheres na última semana continua rendendo polêmicas.

O padre Rodrigo Maria afirmou, durante um hangout que apoiar um candidato de um partido que é a favor do aborto, da ideologia de gênero e “da tirania do movimento gay” é uma traição ao Evangelho.
Dizendo ser “estarrecedor” que a presidente tenha tido espaço no púlpito assembleiano, o padre fez um adendo dizendo que é preciso ser justo com os parlamentares da bancada evangélica que têm lutado contra as propostas de lei que vão contra os princípios cristãos.

Curta o Facebook do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias. Clique AQUI 
No entanto, o padre Rodrigo Maria voltou à carga dizendo que quem vota no PT é “Judas”: “Se um cristão apóia um partido, um candidato que é a favor do aborto, a favor da união civil homossexual, a favor da legalização das drogas, ele não é cristão! É uma traição ao Evangelho!”, bradou.

Contra o PT

Diversos líderes evangélicos têm orientado os fiéis a não votarem em candidatos do PT, justamente por conta das questões que o padre apontou no vídeo acima.
Há quatro anos, o pastor batista Paschoal Piragine afirmou que o PT “institucionalizaria a iniquidade”. Agora, Silas Malafaia, Marco Feliciano, Magno Malta e outros têm sido bastante incisivos ao dizer que o projeto petista é anticristão.

“Sabem quem é o grande ídolo de Dilma e de Lula? Fidel Castro. E sabem quem é Fidel Castro? O bandido que é dono de Cuba. Um bandido que bota opositores na cadeia e mata, que não permite liberdade religiosa nem liberdade de crença [...] Para o bem dessa nação, a alternância de poder é fundamental [...]O PT procura os evangélicos, os cristãos, na época das eleições. Nos quatro anos após as eleições, eles defendem a ideologia deles que vai contra os valores cristãos que nós temos”, opinou o pastor Silas Malafaia.








Gospel Mais

Foto reprodução Gospel Mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário