Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Em Soledade: Município poderá receber cisternas de polietileno para abastecimento de água na zona rural.


O Governo federal, dentro da política de erradicar a extrema pobreza no Brasil até 2014, estabeleceu a meta de distribuir 750 mil cisternas para famílias do semi-árido por meio do programa Água para Todos. 

Para garantir esse objetivo, o Brasil decidiu adotar as cisternas de polietileno, uma tecnologia consolidada internacionalmente, sendo utilizada há mais de 20 anos em países com temperaturas semelhantes ou até mais críticas que as encontradas no semi-árido brasileiro.

O fornecimento dos equipamentos foi iniciado em Dezembro de 2011. Os reservatórios foram adotados com sucesso no México, Austrália, Nova Zelândia e Indonésia, fato que contribuiu para que o governo federal decidisse utilizá-los no Nordeste como mais uma alternativa confiável de modo a dar agilidade ao Programa Água para todos. Uma Cisterna de polietileno pode ser instalada em duas horas.

Os equipamentos são produzidos pela ACQUALIMP, uma companhia especializada em soluções para armazenamento e tratamento de água. A empresa foi vencedora de uma concorrência internacional que a qualificou como fornecedora do Poder Público nos três níveis (federal, estaduais e municipais) para a produção e entrega de reservatórios de resina de polietileno para famílias em situação de risco hídrico.

Os tanques foram produzidos em escala industrial, permitindo o atendimento rápido de um grande número de famílias. Desta forma, representam uma solução eficiente para que o governo federal cumpra a meta de até 2014 universalizar o acesso à água de qualidade no semi-árido.

Na última sexta feira (24), representantes do DNOCS, ASA, SEDAP e do Município de Soledade e cidades circunvizinhas, estiveram reunidos na Câmara de Vereadores de Soledade, oportunidade em que alguns representantes do semi-árido se mostraram contrários a instalação das cisternas de polietileno em Soledade, dificultando ainda mais, o avanço do programa Água para Todos, do governo federal, em nosso município.

A cisterna está a um custo de R$ 4.800, pesa aproximadamente 300 quilos e tem capacidade para 12 mil litros de água, com 30 anos de durabilidade.

Vários participantes usaram da palavra sobre o programa, sendo encerrado pelo prefeito de Soledade Zé Bento, que deixou o caso para ser resolvido em acordo com a comunidade.

Para a coordenadora da Empresa RM Engenharia,  Dra. Eliane Daniela (foto superior), as cisternas irão beneficiar as famílias soledadenses proporcionando melhor qualidade de vida em razão do consumo de água de qualidade e com durabilidade de 30 anos. Para manutenção das cisternas se faz necessário manter água em seu interior para evitar danos causados pela luz do sol durante esse período.

A Coordenadora do DNOCS deixou claro que uma região com uma grande necessidade de água, como é o caso de Soledade no Cariri paraibano, não pode se recusar essa oferta do governo federal que vem para evitar o colapso no abastecimento para humanos. 




Curta a nossa página no Facebook clicando AQUI



Notícia da Paraíba

Foto ilustrativa
    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário