sábado, 28 de março de 2015

Soledade - PB: Delegacia é incendiada durante a madrugada e polícia suspeita de ato criminoso

Fogo atingiu portão da delegacia

Caso foi registrado durante a madrugada e o Instituto de Polícia Científica de Campina Grande foi chamada para realizar perícia na delegacia; o resultado dos exames deve sair num prazo máximo de 20 dias
A Delegacia de Soledade, no Cariri paraibano, a 165 quilômetros de João Pessoa, pegou fogo na madrugada deste sábado (28), surpreendendo os vizinhos que chamaram a polícia.

De acordo com informações do delegado do município, Fernando Zoccola, o prédio da delegacia estava fechado e, assim que foi acionada, a polícia conseguiu debelar as chamas antes que elas se espalhassem pelo prédio. O fogo atingiu a entrada da delegacia, alcançando além do portão de ferro, alguns utensílios que estavam próximo dele.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

Fernando Zoccola disse que o Instituto de Polícia Científica de Campina Grande foi chamado ao local e realizou perícia. Segundo ele, o resultado dos exames deve sair dentro de 15 a 20 dias, mas de antemão ele disse que acredita ter sido um ato criminoso.

"Nós sentimos um cheiro muito forte de gasolina no local, que me leva a crer que foi uma tentativa de incendiar a delegacia", enfatizou. Mas, o delegado disse que somente o resultado da perícia poderá apontar com mais precisão o que teria provocado o fogo.

Rádio incendiada

Na delegacia de Soledade é a primeira vez que um caso desse tipo é registrado, conforme Fernando Zoccola, mas o que chama a atenção é que outros casos de incêndio já ocorreram na cidade. Ele citou a destruição de uma rádio comunitária que foi criminosamente incendiada por três vezes num período de menos de um ano.

Zoccola acredita que os casos podem ter relação, mas não quis adiantar os indícios que o levam a crer que o ato na delegacia pode ter sido provocado pelas mesmas pessoas que atearam fogo na rádio comunitária de Soledade.






Portal Correio
Foto reprodução Portal Correio
Continuar lendo...

Em nome de Deus? Padre é afastado do sacerdócio após fotos nuas vazarem na internet

Fotos de padre nu vazam na internet (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Padre disse ter se relacionado com mulher, segundo o Bispado.

Os moradores da pequena cidade de Miracema, no Noroeste Fluminense, foram surpeendidos nesta semana, quando fotos do antigo padre da cidade vazaram através do WhatsApp, aplicativo de troca de mensagens pela internet. O que chocou a população foi o fato do sacerdote, de cerca de 40 anos, estar posando nu nas "selfies".

De acordo com o Bispado da Diocese de Campos dos Goytacazes, as fotos teriam sido divulgadas por uma mulher que se relacionava com o padre pelas redes sociais.
O Bispado informou, na tarde deste sábado (28), o afastamento do padre. Ainda de acordo com o Bispado, o padre disse que chegou a manter relação com uma mulher e declarou que o contato aconteceu de três a cinco vezes, apenas, através de redes sociais. Segundo o depoimento do padre aos seus superiores, o vazamento da foto teria sido uma armadilha para manchar sua imagem.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

Os fatos ainda estão sendo apurados pela Diocese mas a suspensão do serviço do padre é certa. "Estamos investigando a gravidade do assunto, mas apenas o ato dele ter tirado a foto já é matéria contra o mandamento da Igreja Católica, constitui crime e exige punição", esclareceu o Bispado em entrevista ao G1, mencionando que a mulher não se manifestou e as provas são, até o momento, a foto que circula nas redes sociais, além do depoimento do padre.

Segundo um membro da igreja de Natividade, que quis ter o nome em sigilo, o padre estava à frente da igreja da cidade há apenas duas semanas. Ele assumiu a função após a morte do pároco local. Até então o mesmo exercia suas funções na matriz de Miracema, onde as fotos andam circulando.






G1 Norte Fluminense
Foto reprodução/WhatsApp/ G1
Continuar lendo...

Quase 70% dos alunos que fizeram Enem atingiram metas para o Fies

 

Segundo o Inep, 4,2 milhões tiraram 450 pontos ou mais e não zeraram a redação

BRASÍLIA - Dos 6,1 milhões de alunos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2014, 4,2 milhões atingiram 450 pontos ou mais e não zeraram a redação. Isso significa que 68,3% dos estudantes cumprem a nota de corte que passará a ser exigida, a partir de segunda-feira, para acessar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O número, levantado pelo Instituto Nacional de Estudos Educacionais Anísio Teixeira (Inep) a pedido do GLOBO, joga luz sobre a polêmica a respeito da nova regra.

Desde que o Ministério da Educação (MEC) criou o critério, em portaria publicada em dezembro passado, as instituições privadas de ensino superior que participam do Fies vêm ajuizando ações na Justiça para derrubá-lo. A União tem recorrido. O principal argumento do setor é que a lei que instituiu o programa de crédito estudantil não prevê nota de corte. Além disso, argumentam os dirigentes de escolas, a regra excluiria da universidade grande parte dos estudantes, sobretudo os oriundos de escola pública, que não conseguiriam atingir o mínimo exigido.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

Presidente da Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep), uma das instituições que vêm brigando na Justiça com o governo contra essa e outras novas regras do Fies, Amabile Pacios chega a duvidar do dado levantado pelo Inep.

— Nós consideramos pouco provável que esse percentual elevado tenha a nota mínima exigida. Vamos levantar os nossos dados para checar. Já não acreditamos em nada que vem do governo — afirmou Amabile.

O cálculo feito pelo Inep considera exatamente a fórmula que será usada para verificar se o estudante atingiu a pontuação mínima exigida no Fies: soma das notas obtidas em cada uma das quatro áreas do conhecimento (Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Linguagens e Códigos, Matemáticas e Tecnologias) e na redação, dividindo-se, em seguida, o total por cinco.

AJUSTES ABUSIVOS NA MIRA

A nova exigência poderá barrar alunos que estão tentando fazer o financiamento do Fies pela primeira vez este ano. No caso dos contratos vigentes, o MEC garantiu que todos serão renovados. Mesmo nos casos em que a instituição reajustou o valor da mensalidade acima do teto de 6,4% definido no início do ano pelo governo, com base na inflação. Nessas situações, a pasta negociará diretamente com as faculdades, sem que o aluno sofra prejuízo.

PUBLICIDADE

Para promover esse entendimento, o governo criou, no início da semana, um grupo de trabalho, com integrantes do MEC e do Ministério da Justiça, que está fazendo avaliações nas planilhas das escolas que tiveram reajustes elevados para verificar se há abusos. Constatados aumentos injustificáveis, as instituições poderão até sofrer sanções.

Titular da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça, Juliana Pereira disse ao GLOBO que nas planilhas avaliadas nesta primeira semana de trabalho do grupo interministerial já foram verificados casos de cursos que tiveram reajustes de mais de 100% na mensalidade nos últimos três anos. Ela não precisou, porém, quantas graduações estão nessas condições nem o total já fiscalizado:

— Qual será a justificativa para que um curso tenha aumento de mais de 100% nos últimos dois, três anos? As instituições serão chamadas para explicar, mas espero que revejam seus valores — afirma Juliana.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/sociedade/educacao/quase-70-dos-alunos-que-fizeram-enem-atingiram-metas-para-fies-15722189#ixzz3Vk2ozJS7
© 1996 - 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.







O Globo
Foto ilustrativa da internet
Continuar lendo...

sexta-feira, 27 de março de 2015

Polícia aprende 74 kg de maconha na BR 230 em Soledade

Droga estava escondida em um Fiat Uno

A prisão do homem que transportava a droga e a apreensão do entorpecente foram feitas em ação conjunta entre a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal.

Um homem de 35 anos foi flagrado pela Polícia Rodoviária Federal com um carregamento de 74 kg de maconha prensada na tarde desta sexta-feira (27), no município de Soledade, no Agreste da Paraíba, a 165 km de João Pessoa. A apreensão de drogas aconteceu na rodovia BR-230. Ao ser preso, o homem confessou que receberia R$ 1 mil pelo transporte dos entorpecentes.

A apreensão foi realizada após a Polícia Federal repassar a informação à PRF, conseguida através de denúncia anônima, de que um suspeito poderia passar naquela localidade com um carregamento de drogas. De posse das informações, os agentes do Núcleo de Operações Especiais da PRF abordaram o veículo suspeito, um Fiat Uno de cor branca, com placa de Cabedelo - PB, com apenas um ocupante.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

Durante a revista, os policiais encontraram dois sacos contendo 76 pacotes de maconha. O homem disse aos agentes que apanhou a droga no município de Santa Luzia, no Seridó paraibano, a 260 km da Capital, e que levaria o material até Campina Grande - PB, onde seria pago pelo serviço.

A maconha apreendida e o suspeito foram levados para a delegacia da Polícia Federal de Campina Grande, onde foi feito o flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

 Apreensão foi levada para a delegacia da Polícia Federal







Portal Correio
Fotos Reprodução Portal Correio
Continuar lendo...

Gestores públicos têm até dia 31 para prestar contas ao TCE-PB


Termina na próxima terça-feira (31), o prazo para apresentação das prestações de contas anuais (PCAs) dos prefeitos, secretários estaduais e municipais, presidentes de câmaras municipais e demais unidades da administração direta e indireta estadual e municipal, relativas ao exercício de 2014, em conformidade com a Resolução Normativa RN-TC-03/2010, que estabelece normas para Prestação de Contas Anuais dos Poderes e órgãos da Administração Pública.

Até o momento, segundo informações da Diretoria de Fiscalização, das 223 Prefeituras municipais, obrigadas a enviar as PCAs, 18 já anexaram os arquivos no portal do tribunal. Das 223 Câmaras Municipais, 53 cumpriram a resolução. Das secretarias, apenas 17 secretarias municipais enviaram suas prestações de contas. Na conjuntura da administração, existem 105 órgãos públicos estaduais. Desses, 32 entregaram.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

O presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Arthur Cunha Lima, orientou aos gestores para que respeitem o prazo da resolução. O TCE está à disposição para orientar os gestores com a prestação de contas. “O importante é que os prazos sejam respeitados, inclusive, para evitar multas desnecessárias. Caso haja pendências de ordem técnica, haverá oportunidade para os esclarecimentos necessários. O presidente observou que o TCE-PB não é apenas um órgão de fiscalização, ou mesmo punitivo, tem também sua missão orientadora juntos aos gestores públicos.

Segundo informou o Diretor de Auditoria e Fiscalização, Francisco Lins Barreto Filho, é preocupação do conselheiro presidente, Arthur Cunha Lima, no sentido de que os gestores sejam bem orientados no encaminhamento das prestações de contas e para que não percam os prazos legais. Adiantou que a resolução determina que as prestações de contas anuais deverão ser entregues ao Tribunal de Contas do Estado por meio eletrônico e advertiu que, de acordo com seu parágrafo 3º, o atraso na entrega da PCA acarretará multa no valor de R$ 1.000,00, acrescido de R$ 100,00 por dia de atraso, até o limite da multa prevista. Não existe possibilidade de prorrogação do prazo.

Após a apresentação da Prestação de Contas, o gestor responsável pelo encaminhamento receberá ciência da existência do processo respectivo no ato de recebimento da documentação e será posteriormente intimado por meio do Diário Oficial Eletrônico para apresentação de defesa e demais comunicações processuais, na forma dos artigos 92 do Regimento Interno e 22, §1º, II da Lei Orgânica do Tribunal de Contas do Estado – LOTCE.

SECRETÁRIOS MUNICIPAIS – Em conformidade com a Resolução Normativa RN TC Nº 10/2013, os secretários municipais e demais órgãos da administração direta dos municípios de João Pessoa e Campina Grande serão obrigados a encaminhar as respectivas prestações de contas. A exigência está prevista no parágrafo 3º da Resolução, que prescreve: “Para os municípios com coeficiente individual do Fundo de Participação dos Municípios – FPM, superior a 04 (quatro), aplica-se o art. 11 desta Resolução.”










ASCOM
Foto ilustrativa da internet
Continuar lendo...