segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Dois vigilantes são baleados e um morre durante assalto a hipermercado na PB

 Momento do resgate de uma das vítimas
Portal Correio
Foto reprodução WhatsApp


PM não soube informar se o assalto foi concluído, mas afirmou que houve intensa troca de tiros; local do crime foi alvo de bandidos de forma semelhante no ano passado.

Um vigilante de 32 anos foi morto a tiros e e dois jovens, de 28 e 26, sendo o mais novo também vigilante, foram baleados em assalto a um carro-forte no começo da noite desta segunda-feira (23), no Hiper Bompreço da BR-230, na estrada de Cabedelo, na Grande João Pessoa. O mesmo hipermercado foi alvo de bandidos de forma semelhante no ano passado.

De acordo com informações da Polícia Militar, ao programa Balaço Geral, da Rede Correio Sat, um grupo de bandidos fortemente armado, composto por pelo menos seis membros, em dois carros, teria tentado roubar o conteúdo de um carro-forte que estaria recolhendo dinheiro de uma casa lotérica que fica dentro do Hiper.

A PM não soube informar se o assalto foi concluído, mas afirmou que houve intensa troca de tiros. Os feridos foram levados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena. O vigilante faleceu após ser atendido na unidade de saúde.

De acordo com agentes da base da PM na instituição, o outro vigilante foi baleado na perna direita e o rapaz também ferido foi atingido nas costas. Conforme relataram os policiais, ambos estavam com quadro clínico regular.

Até as 20h10, a polícia ainda fazia buscas para localizar os bandidos, mas já havia encontrado um dos carros que teriam sido usados no crime.

"Encontramos um Toyota Etios de cor preta possivelmente abandonado nas proximidades do Shopping do Automóvel", contou o capitão Antônio, comandante da PM do Distrito Integrado de Segurança Pública do bairro de Manaíra, na Zona Leste de João Pessoa. No automóvel, segundo o policial, foram encontradas diversas munições de calibre 12.

"Estamos com várias unidades nas ruas da Capital para identificar e prender esses bandidos", afirmou o capitão.

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347- 4768




Continuar lendo...

Prefeito de Soledade aumenta imposto em quase 500% e revolta população

 
São Vicente Agora
Fotos reprodução internet


A população de Soledade, no Curimataú da Paraíba, usou as redes sociais nesta segunda feira 23, para protestar sobre o aumento na cobrança  da Taxa de Iluminação Pública do município. Os internautas consideram o aumento abusivo.

Segundo uma postagem que mostra uma conta de energia de dezembro de 2016, o contribuinte pagou R$ 1,71 de taxa de iluminação. Já em janeiro de 2017, o imposto passou para R$ 9,69, um aumento de 467%.

Ainda segundo os internautas, o aumento na contribuição refere-se a uma medida provisória do prefeito Geraldo Moura (PP) que pretende, com isso, aumentar a arrecadação do município, mas que ainda será apreciada pelos vereadores e dependerá da votação dos mesmos na câmara municipal para efetivar a continuação da cobrança ou não.

 A população precisa estar em alerta e participar dessa sessão, como forma de pressionar os vereadores a votarem contra essa medida que, ao meu ver, é abusiva - disse uma internauta.

Nossa reportagem entrou em contato com o prefeito Geraldo Moura via WhatsApp, para ouvir a versão do gestor. Ele visualizou as mensagens, mas até às 16h01 desta segunda feira, não havia respondido nenhum questionamento.Também tentamos entrar em contato com vereadores da oposição, mas não obtivemos êxito.

Postagem feita por internauta comparando o valor da taxa de
iluminação pública paga em dezembro e janeiro

Algumas postagens de internautas falando sobre o imposto 







Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347- 4768







Continuar lendo...

EXEMPLO: Estudante, ex-morador de rua, constrói casa própria vendendo jujubas

Casa de ex-morador de rua deve ser concluída em dezembro deste ano (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
JC Online
Foto: Reprodução/TV Anhanguera

  
O ex-morador de rua Danilo Correa está construindo a casa própria com o dinheiro da venda de jujubas em Palmas, no Tocantins. A obra deve ser concluída em dezembro deste ano, e segundo ele, “vai ser linda, com sala de estar, sala de jantar, duas suítes e cozinha”.

Durante a semana, Danilo vende as jujubas por R$ 1 na universidade onde estuda filosofia. Aos sábados e domingos ele vende em parques e avenidas da cidade. A cada venda, o estudante aborda as pessoas e conta sobre o projeto da construção da casa. "Já ganhei sacos de cimento. Uma vez uma pessoa me deu R$ 100 e nem quis a bala", disse o estudante.

Jovem chegou a morar na rua: Tinha vontade de chorar  (Foto: Letícia Queiroz/Divulgação)

Jovem chegou a morar na rua: 'Tinha vontade de chorar'
(Foto: Letícia Queiroz)


 Estudante compra materiais semanalmente para fazer casa no Tocantins


O estudante saiu de Belém do Pará para tentar a vida em Palmas.“Já morei três dias e três noites na rua. Morei de favor na casa de pessoas e já me mandaram embora de uma casa”. Hoje, ele lucra R$ 21,10 com a venda de cada caixa de jujuba e está comprando os materiais de construção semanalmente. “Nas segundas-feiras vou à loja e compro o que vou precisar para a próxima etapa", explica.

Danilo começou a vender jujubas setembro de 2016 e se mudou para a casa no dia 22 de dezembro, apesar de ainda faltar alguns cômodos.

Jovem que já morou na rua constrói casa própria vendendo jujubas no TO (Foto: Letícia Queiroz/Divulgação )
Danilo começou a vender jujubas em setembro de 2016 e se mudou para a casa
no dia 22 de dezembro, apesar de ainda faltar alguns cômodos.
(Foto: Letícia Queiroz)



Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347- 4768




Continuar lendo...

AESA registra chuva em 46 municípios da Paraíba no final de semana

 Resultado de imagem para AESA registra chuva em 46 municípios da Paraíba no final de semana
G1 PB
Foto ilustrativa da internet


Choveu em 46 municípios da Paraíba neste fim de semana (21 e 22), com a maior precipitação sendo registrada na cidade de Sobrado, na Mata Paraibana, contabilizando 69,4 milímetros, de acordo com a Agência Executiva de Gestão das Águas (AESA). Conforme Marle Bandeira, meteorologista da AESA, a média histórica de chuvas para janeiro em Sobrado é de 70 milímetros, mas a cidade recebeu essa quantidade de chuva em apenas um dia.

As precipitações deste fim de semana foram oriundas do Oceano Atlântico, trazendo as chuvas para a região do Nordeste.  A meteorologista informou que há previsão de chuvas isoladas para o Sertão da Paraíba nos próximos dias, mas que o Litoral pode receber novas chuvas a qualquer momento. Nenhum açude do Estado recebeu recarga com as precipitações do final de semana. 

As chuvas do fim de semana também foram intensas em cidades como São Miguel de Taipu, com 56 milímetros, Pedras de Fogo, com 48 milímetros, Mataraca, chovendo 46,4 milímetros, Monte Horebe, com 42 milímetros e Bonito de Santa Fé, onde choveu 37,5 milímetros. As ocorrências se concentraram mais no Litoral paraibano.

As chuvas de janeiro são consideradas ocorrências da pré-estação (entre dezembro e fevereiro). Ao longo do mês de janeiro, a AESA registrou precipitações em 158 cidades.  Cajazeiras, no Sertão, foi o município que acumula mais chuva neste mês.


Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347- 4768





Continuar lendo...

Justiça anula reajuste salarial de vereadores na Paraíba

 
Política Mais Cedo
Foto reprodução Política Mais Cedo


Uma ação impetrada na justiça pelo ex-vereador Napoleão Maracajá conseguiu anular o reajuste salarial dos vereadores de Campina Grande, bem como a implantação do décimo terceiro salário. A decisão foi assinada pela juíza Ana Carmen Pereira Jordão.

Bruno Veloso é o advogado desta ação e usou como argumento que “a Lei Municipal n° 6.513 de 15 de dezembro de 2016, a qual fixa reajuste salarial e incremento de décimo terceiro salário para os vereadores de Campina Grande, estaria eivada de ilegalidade e seria lesiva ao patrimônio público e ordem financeira municipal”.

A decisão é referente ao reajuste de 26% e implantação do 13º salário, que os vereadores de Campina Grande aprovaram em 15 de dezembro, para serem acrescentados aos provimentos dos próprios vereadores, o que gerou grande polêmica, desagrado entre a população campinense e protestos.

“Ao final, pugna pela concessão da medida de urgência, a fim de que seja determinada a suspensão para negar/impedir vigência e/ou eficácia do ato administrativo da Câmara dos Vereadores e do sobrestamento da eficácia da Lei Municipal nº 6.513, de 15 de dezembro de 2016”, solicitou o advogado Bruno Veloso na ação, que foi atendida nesta segunda-feira (23).


Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347- 4768



Continuar lendo...