domingo, 31 de agosto de 2014

PT está preparando militantes para atacar Marina Silva nas redes sociais.

 
O PT decidiu reagir ao crescimento de Marina Silva (PSB) nas pesquisas de intenção de votos e estaria mobilizando militantes para atacar a candidata nas redes sociais e tentar brecar sua ascensão.
O comitê de campanha de Dilma Rousseff (PT) se reuniu na última terça-feira, 26 de agosto, após a divulgação da pesquisa Ibope, juntamente com integrantes do segundo escalão do governo federal e decidiu criar uma operação de ataque a Marina nas redes sociais, de acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo.
Entre as ações ordenadas aos militantes, está a obrigação de realizar ao menos um evento político por semana, fora de seus horários de trabalho, para “defender o projeto político” de Dilma.
Boa parte da força de trabalho do PT contra Marina Silva virá dos cargos comissionados que a presidente distribuiu aos aliados. Aproximadamente 100 assessores que trabalham em ministérios e estatais e que são filiados ao próprio PT ou aos partidos da base de apoio, como  PMDB, PP, PR, PSD, PDT, PROS e PC do B atenderam à convocação.

Curta o Facebook do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias. Clique AQUI
Um dos participantes da reunião afirmou que “a ordem é trabalhar pela vitória da Dilma, com os assessores se distribuindo em viagens pelos Estados”. Os chefes do comitê de Dilma informaram aos presentes que as despesas dessas viagens serão bancadas pelo caixa do PT.
No dia seguinte à reunião, a própria Dilma Rousseff convocou uma reunião no Palácio da Alvorada, que é a residência oficial do presidente da República, e reuniu os principais conselheiros políticos de seu governo para traçar a estratégia de combate a Marina. Os dados das duas últimas pesquisas, que indicam Marina Silva vitoriosa no segundo turno, ligou o alarme entre os petistas.
Contra-ataque
A ação de Marina nos próximos 35 dias para rebater os ataques vindos do PT já foi definida pelos assessores da ex-senadora. A candidata que substituiu Eduardo Campos, morto no dia 13 de agosto no trágico acidente aéreo em Santos, deverá adotar um discurso mais objetivo e firme contra os adversários.





Gospel Mais com Folha de São Paulo
Foto reprodução Gospel Mais
Continuar lendo...

Homem morre em colisão entre carro e moto na BR 230.

BR-230
Casal que vinha no carro não sofreu ferimentos.

Uma colisão entre um carro de pequeno porte e uma motocicleta, levou o condutor da moto à óbito na manhã deste domingo, por volta das 8h, na BR 230. O acidente aconteceu no quilômetro 90, em um trecho conhecido como Boqueirão de Gurinhem, nas proximidades do acesso para a cidade de Itabaiana.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o homem vinha na motocicleta no sentido João Pessoa – Campina Grande, quando tentou fazer o retorno na pista, e foi atingido pelo carro de passeio. Os dois passageiros do carro não sofreram ferimentos.


Curta o Facebook do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias. Clique AQUI

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi acionado e, ao chegar, o óbito do motociclista foi confirmado. O casal que estava no carro foi levado à delegacia de Itabaiana, onde prestaram depoimento.






Portal Correio
Foto reprodução Portal Correio
Continuar lendo...

Armas de brinquedo preocupam a polícia da Paraíba

Comerciantes descumprem legislação e vendem armas de brinquedo. Lei foi aprovada em 2013. 
Contrariando o que determina a lei estadual 10.225/2013, estabelecimentos comerciais de João Pessoa continuam vendendo armas de brinquedo. Uma realidade que preocupa pais, educadores e também a polícia. Isso porque as armas de brinquedo podem, além de incentivar a cultura da violência entre as crianças, ser usadas por bandidos para cometer crimes, como roubo, sequestro e estupro. A lei estadual está pendente de regulamentação. Quem vende armas de brinquedo fere o artigo 26 do Estatuto do Desarmamento, que entrou em vigor no país em 2003.

Um dos casos da venda de armas de brinquedo foi flagrado pela reportagem em uma loja infantil de um shopping de João Pessoa, a Ri Happy. Os produtos, de cores e tamanhos variados, estavam expostos em uma prateleira no final da loja.

Um deles simulava uma metralhadora semiautomática motorizada e era vendida ao preço de R$ 129,99, com indicação para crianças com mais de 8 anos.

A lei estadual foi publicada em dezembro do ano passado e deveria ter sido regulamentada desde o mês de abril, mas até agora isso não aconteceu.

Curta o Facebook do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias. Clique AQUI

Segundo o procurador Gilberto Carneiro, a consultoria do governo está fazendo um estudo para verificar se existe parâmetros sobre o assunto em outros estados, se a proibição é pura e simples para não comercializar ou se é possível fazer isso com critérios e qualificações. Depois de regulamentada, a lei entra em vigor no prazo de 180 dias.

Sem isso, a lei fica ‘morta’. Somada à falta de conhecimento e de fiscalização, as lojas continuam a vender os produtos sem cerimônia, para a angústia dos pais.

A comerciante Márcia Amélia Alves, mãe de dois filhos, disse que nunca permitiu armas de brinquedo em casa e contou que não se arrepende da decisão. “Hoje meus filhos são pais e têm o mesmo pensamento. As crianças não precisam de armas de brinquedo, precisam de livros e de brincadeiras saudáveis”, declarou.

A autora da lei, a deputada estadual Daniella Ribeiro (PP), disse que quando apresentou a proposta na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) levou em consideração o esforço que a sociedade faz para cultivar uma cultura de paz. “Às vezes, esquecemos que é preciso combater o problema da violência educando as crianças para a cultura da paz. O mal tem de ser combatido pela raiz. Há tanta coisa boa para brincar, para ler.

As armas de brinquedo não são uma boa opção para nossos 
filhos, nem nunca serão”, pontuou a deputada.

Ela ressaltou que a lei também institui a Semana do Desarmamento Infantil, na segunda semana de outubro, quando devem ser lançadas campanhas contra a violência voltadas para as crianças.
“Os índices de violência têm aumentado na Paraíba e é preciso fazer alguma coisa. É uma boa oportunidade para lançar postos de coleta de armas de brinquedos e cultivar a paz”, afirmou Daniella.

Mesmo sem a regulamentação da lei estadual, a fabricação e venda de armas de brinquedo e simulacros de arma de fogo são proibidas pelo artigo 26 do Estatuto do Desarmamento. Se a lei estadual for realmente regulamentada, seu descumprimento implicará em advertência por escrito, multa que varia de R$ 5 mil a R$ 100 mil, suspensão das atividades do estabelecimento por até 30 dias e cassação da licença de funcionamento.

Para a coordenadora das promotorias da Criança e do Adolescente, Soraya Escorel, é preciso realizar campanhas educativas que busquem conscientizar a população sobre os riscos de entregar uma arma, mesmo de brinquedo, a uma criança ou adolescente.

“O MP vai cobrar a campanha educativa e a aplicação da lei. Esse é um assunto sério, que precisa do envolvimento de todos”, destacou.

De acordo com Soraya, apesar de ser considerada um avanço, a lei precisa determinar qual órgão do Poder Executivo deve fiscalizar os estabelecimentos, detalhes que são definidos com a regulamentação.

“O que o MP pode fazer é expedir uma recomendação a donos de lojas para que eles tomem conhecimento da lei, assim como a sociedade. Vamos cobrar também do Executivo, mas para isso é preciso ter a definição de qual órgão deve fiscalizar”, frisou a promotora.





Jornal da Paraíba

Foto ilustrativa da internet
Continuar lendo...

Marina ultrapassa Aécio e cresce quase seis vezes mais que rivais na rede social.

Um exemplo foi a campanha pelo uso de coque. Temendo que o penteado adotado por Marina Silva pudesse ser visto como conservador, a equipe da candidata criou a hashtag #coquetanamoda e pediu para que eleitores enviassem fotos usando o cabelo preso para comprovar que o look é o preferido de muita gente.
A candidata ainda foi beneficiada pela comoção após a morte de Eduardo Campos, que era o presidenciável pelo PSB. No dia do acidente, 13 de agosto, a página de Marina Silva teve mais de 100 mil interações em um post, por exemplo. “Os números mudaram pela comoção nacional e isso abriu portas para as pessoas ouvirem o que ela tem a dizer. Não quer dizer que são pessoas que vão votar nela, mas são pessoas comovidas que querem conhecê-la”, afirma Alessandra Sleiman, especialista em redes sociais.
Rede social não é palanque

Apesar dos bons números de Marina Silva, especialistas afirmam que tanto a candidata do PSB e como seus concorrentes ainda derrapam no uso das redes sociais. Segundo Carlos Manhanelli, presidente da ABcop (Associação Brasileira de Consultores políticos), a internet está sendo usada como um palanque para os candidatos. “Eles estão usando as redes como propaganda e a internet não é propaganda. Internet é interação e argumentação”, resume.

Curta o Facebook do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias. Clique AQUI
Alessandra Sleiman concorda e cita o exemplo da página de Dilma Rousseff. Para ela, a presidente tem um perfil considerado “frio” e que é usado como um grande outdoor de sua campanha, apenas expondo ideias ou agenda, por exemplo. “Ela só posta e não responde a ninguém. Isso não é rede social”, analisa Alessandra.
Marina é vista como “morna” por tentar se aproximar mais do eleitor, como na campanha do coque, mas sem respostas nos comentários. "Quente", segundo a especialista, é Aécio Neves. Ele mostra um perfil mais humanizado, com fotos ao lado de eleitores. E a página dele tem interação.
“O Aécio está sendo considerado a simpatia da internet. A equipe dele entendeu qual o conceito de rede social, responde todos os comentários. São respostas padrões e não são dadas diretamente pelo candidato, mas basta. De alguma forma, os seguidores não estão falando sozinhos”, afirma Alessandra.
Os números do Buzzmonitor comprovam que a tática de humanizar a rede social pode dar certo. Para Aécio Neves, por exemplo, o post no Facebook com o maior engajamento no último mês foi uma foto do candidato ao lado da filha Gabriela em que ele desejava feliz aniversário para a jovem, no dia 15 de agosto. Foram 101.063 curtidas, 4.908 comentários e 3.407 compartilhamentos até a quinta-feira (28).
Exagero não conquista fãs

Na luta para conseguir mais seguidores, os candidatos podem errar também na quantidade de posts. A página de Dilma Rousseff é a que mais publica desde o início da corrida presidencial, no dia 6 de julho. No primeiro mês, a presidente tinha uma média de 8,97 postagens por dia. Em agosto, o número passou para 11,92. O pico foi no dia 23 de agosto, com 25 postagens. Marina Silva também tem um número alto e seu recorde é de 21 publicações no mesmo dia, em 27 de agosto. Aécio Neves é mais moderado, saindo de 3,52 de média em julho para 6,67 neste mês.
“O post não deixa de ser uma invasão no seu feed de notícia. Você tem aquele amigo que não para de publicar, mas não bloqueia justamente porque é seu amigo. Mas no caso de uma página, seja de uma empresa ou de um candidato, você simplesmente para de seguir”, explica Alessandra Sleiman. “O caminho para Dilma seria procurar mais interação do que número de postagens”, orienta a especialista.





IG
Foto reprodução internet
Continuar lendo...

Advogado é preso suspeito de tentar matar primo a tiros após briga de bar.

Homem estaria embriagado e, segundo ele, a arma não o pertencia.

Um advogado e defensor público aposentado foi preso na tarde deste domingo (31), suspeito de tentar matar um primo com três tiros em uma discussão de bar. O caso foi registrado no bairro dos Funcionários 2, na Zona Oeste de João Pessoa.

Segundo informações da Polícia Civil, o homem teria ido ao bar de um primo e, enquanto consumia bebidas alcoólicas, teria mostrado uma arma ao parente. No meio da conversa, o dono do bar teria falado que “arma é para policial ou bandido”, o que teria motivado a irritação do advogado, que atirou três vezes no local. Apesar disso, não houve feridos.


Curta o Facebook do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias. Clique AQUI

A polícia foi acionada e o homem foi conduzido à Central de Polícia, em João Pessoa. Ainda segundo os policiais, ele estaria embriagado e afirmou que a arma não o pertencia.

O homem ficou preso e pode responder por tentativa de homicídio.






Portal Correio
Foto ilustrativa da internet
Continuar lendo...