sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Água: Racionamento em Campina, em São Vicente do Seridó e em outras 17 cidades começa em dezembro

Boqueirão tem 22% da sua capacidade total e, segundo assessoria da CAGEPA, a implementação do racionamento estava previsto para acontecer quando o açude atingisse 100 milhões de metros cúbicos.

A cidade de Campina Grande, São Vicente do Seridó, juntamente com os outros 17 municípios abastecidos pelas águas do açude Epitácio Pessoa, mais conhecido como Boqueirão, irá passar por um racionamento de água a partir do começo de dezembro. A informação foi dada nesta quinta-feira (23) pela assessoria de imprensa da CAGEPA.

Segundo Ricardo Avelino, assessor da companhia, a principal cidade afetada pelo racionamento será Campina Grande, por ser o município com a maior concentração populacional entre as cidades afetadas. Ele disse que Campina será dividida em duas bacias de abastecimento, uma compreendendo os bairros da região Norte e outra com os bairros da região Sul da cidade, que sofrerão um revezamento no abastecimento.

Avelino informou que o revezamento ocorrerá a cada três dias. “Durante o racionamento, a bacia Norte terá três dias ininterruptos de abastecimento, enquanto a bacia Sul ficará sem água. Depois, o racionamento é invertido, com água sendo liberada para a bacia Sul por três dias seguidos, ficando a bacia Norte sem água. Faremos isso até termos uma condição melhor de armazenamento no Boqueirão”, disse.

O açude de Boqueirão dispõe atualmente de 22% da capacidade total e, segundo Avelino, a implementação do racionamento de água estava prevista para ocorrer assim que o açude atingisse a capacidade mínima de 100 milhões de metros cúbicos, o que deve ocorrer no meio de novembro.
Curta o Facebook do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias. Clique AQUI 

De acordo com Avelino, o Ministério Público da Paraíba propôs a antecipação do racionamento já para o dia 15 de novembro, mas a data foi adiada. “O Ministério Público tentou antecipar o racionamento, mas os técnicos da CAGEPA e da Aesa conseguiram manter a data de início para dezembro, para que a população tenha mais tempo para se preparar”, afirmou.

Nessa quarta-feira (22), o Governo do Estado prorrogou a situação de emergência por mais seis meses em 170 cidades da Paraíba. Já o Ministério do Desenvolvimento Social classifica 198 cidades do estado dentro dessa situação, devido à falta de chuvas. 






Portal Correio

Foto reprodução internet
Continuar lendo...

Candidatos ao governo da Paraíba fazem último debate antes das eleições do 2º turno

Candidatos da Paraíba são assessorados antes do debate (Foto: André Resende/G1)

Confronto entre candidatos foi promovido pelas TVs Cabo Branco e Paraíba.

Debate aconteceu na noite desta quinta e foi transmitido também pela internet.

Os dois candidatos ao governo da Paraíba participaram, na noite desta quinta-feira (23), do debate realizado pelas TVs Cabo Branco e Paraíba. No encontro, os candidatos Ricardo  Coutinho (PSB) e Cássio Cunha Lima (PSDB) debateram temas como saúde, segurança pública, educação, saneamento básico e transposição do rio São Francisco. Este foi o último debate televisivo com os candidatos ao governo do Estado antes do segundo turno das Eleições 2014. 

O debate foi mediado pelo jornalista da Rede Globo José Raimundo e transmitido ao vivo pela internet.  Os internautas puderam participar pelas redes sociais usando a hashtag #DebatePB. O confronto também foi transmitido em tempo real pela rádio CBN João Pessoa.

As regras foram previamente apresentadas para as equipes dos candidatos. O debate contou com três blocos, sendo um com tema livre, outro com tema determinado em sorteio e o último voltado para considerações finais.

No primeiro bloco Ricardo e Cássio fizeram perguntas entre si. Os candidatos tiveram 30 segundos para o questionamento, um minuto e meio para respostas, um minuto de réplica e mais um de tréplica.

Curta o Facebook do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias. Clique AQUI 

Por ordem de sorteio, o primeiro bloco do debate foi aberto por Ricardo Coutinho, o candidato abriu o debate com uma pergunta sobre Educação. Em seguida Cunha Lima fez uma pergunta sobre segurança e combate às drogas.

Na sequência, o assunto debatido entre os candidatos foi a questão da água, esgotamento sanitário e Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa). Ricardo Coutinho perguntou sobre privatização da estatal. Funcionalismo público e Saúde também foram abordados pelos candidatos durante o primeiro bloco.

No segundo bloco do debate, os candidatos responderam a perguntas com tema determinado por sorteio. O primeiro tema sorteado foi incentivo à indústria. O candidato Cássio Cunha Lima abriu o bloco perguntando sobre o tema escolhido. Ricardo Coutinho fez a segunda pergunta, cujo tema foi a situação da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa). 

O tema autonomia da Universidade Estadual da  Paraíba (UEPB) foi o terceiro ponto abordado, o candidato Cássio Cunha Lima foi quem fez a pergunta sobre o tema. Na sequência, Ricardo Coutinho encerrou o segundo bloco perguntando para Cássio Cunha Lima sobre a transposição das águas do rio São Francisco.

O terceiro e último bloco foi destinado para que os candidatos fizessem suas considerações finais. O primeiro a falar por ordem definida previamente em sorteio foi Cássio Cunha Lima em seguida Ricardo Coutinho encerrou o bloco.

CONSIDERAÇÕES FINAIS DE CÁSSIO: Em suas considerações finais, o candidato Cássio Cunha Lima (PSDB) falou sobre os planos de governo para as áreas da Saúde, Educação, Mobilidade Urbana, Segurança Pública e inv).estimento nas indústrias. "Queria cumprimentar o senhor José Raimundo, agradecer à TV Cabo Branco e à TV Paraíba pela oportunidade. 

Agradecer a Deus por esse momento de reta final da campanha e agradecer a você, paraibano, que no estado inteiro nos trouxe uma campanha com emoção, com gana, com garra, com crença no futuro. Eu lamento profundamente que mais uma vez em mais um debate, o último desta campanha, ao invés de olhar para o futuro, vislumbrando o amanhã e o que está por vir, o atual governador, temendo discutir os reais problemas da Paraíba, tenta desqualificar a minha pessoa, que é uma prática política que ele tem há algum tempo. Mas vou olhar para o futuro, em respeito a você e em respeito a Paraíba. 

Apresentando propostas para que nós possamos transformar a realidade econômica do nosso estado. Ao lado de Aécio Neves, na presidência da república, temos uma chance histórica de trazer grandes investimentos industriais, mas grandes mesmo. De ter uma capacidade de transformar a nossa economia, como aconteceu na Bahia, no Ceará e em Pernambuco" , iniciou.

O tucano falou ainda sobre propostas para áreas como saúde e segurança. "Na Saúde vamos descentralizar o atendimento. Fazer com que os hospitais de pequeno porte que foram fechados, e muitos foram fechados na Paraíba inteira, sejam reabertos na parceria com o governo do estado. Além do mutirão da Saúde, para levar a saúde para mais perto das pessoas e as centrais de diagnóstico por imagem. 

Na educação vamos assegurar a volta da autonomia da UEPB e implementação do bolsa-trabalho para você que é estudante, jovem do ensino médio. Na segurança, polícia na rua. Aumentar o efetivo da PM e da Polícia Civil, que diminuiu de tamanho. Monitoramento por câmera com o programa 'Olho Vivo' e gestão integrada de segurança. Na mobilidade temos um grande projeto concebido pelo professor Nilton Pereira, junto com Luciano Agra, para transformar a mobilidade de Cabedelo, de João Pessoa, Santa Rita, Bayeux. E também olhar para Campina Grande", acrescentou.

"Vamos fazer tudo isso com transparência, com dados abertos, para que possamos garantir ética, seriedade, zelo e honestidade no trato com o dinheiro público. Por isso que nesse encerramento, volto a agradecer a Deus e peço o seu voto. Peço sua confiança para que juntos nós possamos construir essa Paraíba melhor, com esse olhar voltado para o futuro e agarrando essa chance de ouro que temos de ter Aécio na presidência com a minha presença no governo do estado. Dois amigos irmãos, que vamos juntos transformar a nossa realidade econômica. À vitória”, finalizou Cássio Cunha Lima.

CONSIDERAÇÕES FINAIS DE RICARDO: Ricardo Coutinho (PSB) encerrou sua participação no debate dizendo vai fazer o melhor mandato da sua vida, lembrou sua passagem como governador do esatdo e falou sobre os projetos, caso eleito. "Muito obrigado a você, José Raimundo, obrigado a toda a Paraíba. 

Gostaria de citar Provérbios: quando o ímpio governa, o povo geme, quando o justo governa, o povo se alegra. A Paraíba conquistou, no meu governo, 2.400 quilômetros de estradas, 10 hospitais novos, três UPAs, sete escolas técnica estaduais. A Paraíba conquistou dignidade, a Paraíba conquistou respeito aqui dentro e lá fora, a Paraíba conquistou um governo sério, que muitas e muitas vezes ficou sem aliados porque não aceitou fazer o jogo desses aliados, o jogo de depredação do patrimônio público, do erário público. E eu faria tudo de novo, faria tudo de novo, porque eu sei que é o certo. Porque através desse certo eu consegui colocar os meus pés lá nos quilombolas, lá nas terras ciganas, lá na nação potiguara", iniciou Ricardo.

Ainda nas considerações finais, o candidato à reeleição falou sobre sua passagem por cidades do interior.  "Eu consegui ser abraçado pelas comunidades da agricultura familiar, ser reconhecido pelo trabalho dos que mais necessitam. Eu consegui olhar para uma cidade como Coxixola, com 1.500 habitantes, olhar para pequenas cidades que eram esquecidas porque não tinham muitos eleitores. 

Foi através dessa percepção, mas também dessa coragem, de cortar privilégios de meia dúzia que mandavam aqui dentro e que o governante simplesmente, na batida do pé desses que tinham os privilégios, o governante corria rapidamente para fazer tudo aquilo que se queria. Não é à toa que você vê tantas transações nebulosas ocorridas numa época, numa época há seis, sete anos atrás. Eu quero reafirmar o meu compromisso com os princípios que sempre nortearam a minha vida, princípio com a ética, princípio com a participação popular e princípio com o desenvolvimento econômico, com inclusão social", acrescentou.

"Eu quero dizer a vocês que a Paraíba vai experimentar um tempo importante com a continuidade desse projeto. Porque nós teremos Dilma na presidência, uma mulher gerreira, honesta, sincera, de luta e que deu continuidade ao grande mandato que o presidente Lula fez. E é em nome de tudo isso que eu estou aqui me comprometendo com vocês a governar cada vez melhor. Eu vou fazer o melhor mandato da minha vida. E que Deus abençoe a cada um de vocês e que Deus abençoe a Paraíba", finalizou Ricardo Coutinho.






G1 PB

Foto: André Resende/G1
Continuar lendo...

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

'Travesti recebe chamado de Deus e revela': "Ser gay é coisa do inimigo”; Veja o vídeo

 

José Claudemir disse também que após aceitar a Jesus, cortou o cabelo, passou a vestir roupas de homem e recebeu críticas.


Um jovem de 19 anos da cidade de Sousa vem chamando a atenção da imprensa após dar testemunho, testificando que é possível abandonar a vida de travesti e mudar de vida com a ajuda de Deus.

Em entrevista ao portal Diário do Sertão, José Claudemir Silva Caetano, contou como ocorreu transformação de vida, antes conhecido como a travesti “Anny Letícia", mas após receber o chamado de Deus, abandonou o passado e se tornou um novo homem. Ele disse também que já se envolveu em drogas e prostituição. "Aos 12 anos de idade comecei a vida como homossexual", disse ele.

José Claudemir disse que o início de sua conversão ocorreu após participar de um evento gospel realizado no último fim de semana no Sesi em Sousa. Durante o culto evangélico, o jovem ainda estava com vestes de mulher.


Curta o Facebook do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias. Clique AQUI 

“Eu não tinha roupas de homem para ir, e fui vestido de mulher. A mensagem da noite tocou meu coração, e quando o pastor perguntou quem queria aceitar a Jesus, eu levantei a mão e fui ao encontro de Deus”, disse José Claudemir.

Não é doença

Sobre a questão do homossexualismo, José Claudemir falou que ser gay não é uma doença e sim uma influência de amigos, ou apenas uma opção de vida.

Críticas

José Claudemir disse também que após aceitar a Jesus, cortou o cabelo e passou a vestir roupas de homem. “Muitos me criticam, me chamam de louco, debocham, mas tenho Fé em Deus que vai dar tudo certo”, destacou José Claudemir.










Diário do Sertão
Foto reprodução Diário do Sertão
Continuar lendo...

Professora é presa por fazer sexo com aluno em escola

Além dos encontros na própria escola, eles teriam saído por mais de 30 vezes.
Uma ex-professora de educação física foi detida após ser acusada de ter feito sexo com um aluno de 16 anos por mais de 30 vezes. A Corte de Staten Island deu uma pena de quatro anos a cada encontro de Megan Mahoney, 24 anos, com o menino. As informações são do The Huffington Post e Daily Mail.
Mahoney foi liberada sob fiança, mas responde às acusações. Ela teria encontrado o mesmo aluno entre outubro passado e janeiro deste ano e, de acordo com o adolescente, que não foi identificado; segundo ele, teriam feito sexo no carro da professora e até mesmo na escola católica Moore High. No Estado de Nova York, onde fica a escola Moore High. Nos EUA é crime fazer sexo com qualquer pessoa abaixo de 17 anos.

Curta o Facebook do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias. Clique AQUI 

A educadora física, que era auxiliar técnica da equipe de basquete feminino no colégio, teria pedido demissão em janeiro deste ano – quando já se encontrava o aluno – por ter sido flagrada com ele pela ex-namorada do jovem em uma pizzaria.

Richard Postiglione, diretor de esportes do Moore, também foi investigado por supostamente deixar de relatar as acusações de abuso sexual contra Mahoney e outra professora na escola.




Terra
Foto: Daily Mail / Reprodução
Continuar lendo...

'Satisfeito não fico, mas respeito o resultado’, diz Wilson Santiago sobre ficar em 3º para o Senado

O presidente do PTB, Wilson Santiago, conversou na manhã desta quarta-feira (22) com o Sistema Arapuan e falou que respeita o resultado das eleições para o Senado paraibano. Santiago foi candidato ao cargo e ficou em 3º lugar. José Maranhão (PMDB) foi eleito.
“Satisfeito a gente não fica, mas respeitamos o resultado e a escolha do povo paraibano”, disse o político.

Curta o Facebook do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias. Clique AQUI 
Em seguida, Santiago fez uma avaliação do pleito para o Governo do Estado. “Foi uma campanha atípica no 1º turno. No senado tivemos três candidaturas competitivas, mas para o Governo polarizou-se em duas. Fez a diferença o que cada um conseguiu em cada cidade”, comentou.






Paraíba
Foto reprodução Paraíba
Continuar lendo...