quinta-feira, 24 de abril de 2014

Seridó Oriental paraibano: CRM denuncia abandono em hospital de cidade da região.

Uma fiscalização do Conselho Regional de Medicina da Paraíba contatou situação de abandono nos hospitais  'Américo Maia', em Catolé do Rocha, Sertão paraibano, e Maria Lígia, em Cubati, na região do Seridó. "A situação é de penúria" registra em seu relatório o conselheiro Eurípedes Sebastião Mendonça de Souza.
De acordo com o diretor de Fiscalização do CRM/PB,  nos hospital regional de Catolé do Rocha  falta da comida a medicamentos. "No Américo Maia não tem  diretor médico e a diretora geral foi demitida" relata.
Ainda de acordo com Eurípedes Mendonça, 'a situação é tão periclitante' que até o extintor de incêndio a data de validade está vencida, além de outros problemas. Exemplificando, ele citou que a lavanderia do hospital tem vazamentos e outros problemas estruturais.
Segundo o diretor de fiscalização, o resultado da inspeção no hospital de Catolé do Rocha será levado ao conhecimento do Ministério Público Federal com um pedido de interdição.
Também é grave a situação do hospital público 'Maria Ligia', em Cubati. "O número de profissionais não é suficiente para atender a demanda" informou.
O diretor de Fiscalização do CRM revela que só há médicos três vezes por semana. "A situação é de  caos nos dois hospitais" conclui Eurípedes Mendonça. 

Curta a página do São Vicente Agora no Facebook e fique atualizado com as notícias clicando AQUI






Click PB

Foto ilustrativa da internet
Continuar lendo...

Estudante toma susto nas redes sociais ao descobrir que teria 'morrido em acidente'.

Estudante foi vítima de boato nas redes sociais
Caso alerta para informações que são postadas nas redes sociais; jovem teria ficado transtornada ao usarem seu nome para construir uma falsa história trágica.

Uma estudante de um curso técnico em enfermagem do município de São José de Caiana (no Sertão paraibano, a 454 quilômetros de João Pessoa), foi vítima de uma brincadeira de mau gosto que poderia ter tomado proporções mais graves.
Boato criado, não se sabe por quem ou com que objetivos, circulou nas redes sociais no início desta semana sobre um suposto acidente em que Geormanha Vieira teria sido vítima e não teria sobrevivido.
Ela só descobriu o que estava acontecendo quando saiu de casa, na manhã da segunda-feira (21) para ir à feira livre da cidade e encontrou pessoas conhecidas que a olhavam surpresas e lhe abraçavam. 
Geormanha contou que o que mais a incomodou não foi o sentimento estranho no olhar das pessoas, mas a aflição que o pai dela demonstrou sentir ao avistá-la. Ele correu ao seu encontro, deu-lhe um abraço e contou, chorando, que por toda a cidade já circulava a notícia de sua morte.
"Não estava entendendo o que acontecia, até meu pai me contar que estava no trabalho e tinha recebido a notícia de que eu tinha morrido em um acidente entre os municípios de são José de Caiana, onde moro, e Itaporanga. Um caminhão teria batido em mim e eu não teria sobrevivido. Fiquei transtornada e muito preocupada com o que poderia ter acontecido com meu pai, tamanho foi o susto que ele levou", relatou.
A estudante contou que ficou muito chateada com o que aconteceu e quando chegou em casa, a mãe dela contou que duas tias que moram no Rio de Janeiro e em Brasília tinham ligado porque souberam, pelo Facebook, o que teria acontecido, ou seja, a suposta morte da jovem. "Foi aí que percebi que a notícia tinha se espalhado pela internet", contou.
A estudante disse que procurou imediatamente a polícia da cidade, um destacamento com apenas dois policiais militares. Lá, não souberam nem informar que tipo de crime era aquele. A estudante foi orientada pelos policiais a procurar a delegacia do município vizinho, Itaporanga.
Germanha é monitora em uma escola do município de São José de Caiana e, por conselhos da mãe, desistiu de ir até Itaporanga para prestar queixa sobre o que tinha ocorrido. O mais impressionante foi que a notícia se espalhou rapidamente sem que nenhum acidente nas rodovias próximas ao município tenha acontecido naquele dia.
"A gente tem que ter muito cuidado com as informações que circulam nas redes sociais, principalmente, quando as informações são graves. Elas precisam ser confirmadas antes da gente compartilhar. Eu fiquei muito chateada com o que fizeram comigo e agradeço a todos que me prestaram solidariedade", desabafou. 
Jovem usou redes sociais para desfazer boato
Jovem usou redes sociais para desfazer boato

Curta a página do São Vicente Agora no Facebook e fique atualizado com as notícias clicando AQUI







Portal Correio
Foto reprodução Portal Correio
Continuar lendo...

Suspeito de roubo é amarrado em poste e toma surra de fio elétrico; Veja o vídeo.


Um jovem identificado como Josimar Dias de Sena, 18 anos, foi amarrado por populares em um poste e somente de cueca, foi chicoteado com um fio de energia elétrica por um morador. Ele foi acusado de cometer furtos, na localidade de Morro do Sossego, na bairro de Veneza, na cidade de Ipatinga, em Minas Gerais.

De acordo com informações da TV Alterosa, Josimar foi encontrado pelos policiais com ferimentos nas costas, pernas e braços. Em depoimento, o suposto ladrão disse que foi obrigado a gritar que não roubaria mais naquela localidade enquanto apanhava. Josimar ainda confessou que não conhecia quem o surrou, mas se soubesse não diria, já que teria dívidas com traficantes da região e temia ser morto. A PM de Minas Gerais confirmou que ele tem várias passagens pela polícia por crimes variados.

Quando a polícia chegou ao local, não havia mais nenhum agressor, ninguém quis formalizar nenhuma acusação contra o jovem e por esse motivo ele foi caracterizado nesta ocorrência apenas como vítima.


Curta a página do São Vicente Agora no Facebook e fique atualizado com as notícias clicando AQUI







Bocão News
Foto reprodução Bocão News
Continuar lendo...

Motociclista fica preso embaixo de caminhão após acidente.

Condutor e moto ficaram presos aos pneus do caminhão
Condutor da moto estaria tentando realizar uma ultrapassagem quando bateu na lateral do caminhão; motoqueiro foi levado ao Ortotrauma pela equipe do Samu.

Um motoqueiro ficou preso embaixo de um caminhão após uma colisão entre os dois veículos, próximo ao Mercado Público de Mangabeira, na Zona Sul de João Pessoa, no início da tarde desta quarta-feira (23).

Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, que prestou socorro ao motoqueiro, ele estaria tentando fazer uma ultrapassagem, mas acabou batendo na lateral do caminhão. Com o impacto, o motoqueiro foi parar embaixo do veículo e ficou preso junto com a moto perto de uma das rodas traseiras.

O condutor da motocicleta ficou ferido e foi levado pela equipe do Samu para o Ortotrauma, em Mangabeira, mas, segundo os médicos, ele não teve escoriações graves.

Confira o vídeo feito por um cinegrafista amador e que mostra algumas das cenas do acidente.
Curta a página do São Vicente Agora no Facebook e fique atualizado com as notícias clicando AQUI








Portal Correio
Foto reprodução Emerson Machado
Continuar lendo...

Estudantes universitários morrem presos às ferragens durante grave acidente na PB.

Jovens morreram no acidente
Segundo informações da Companhia de Polícia Militar da cidade de Princesa Isabel, os jovens viajam com destino a cidade de João Pessoa quando o carro em que eles vinham se chocou frontalmente com um caminhão pipa.

Um casal de namorados morreu preso às ferragens no final da tarde desta quinta-feira (24), durante um grave acidente na PB-306, na localidade conhecida como ‘Ladeira da Ponte de Deoclécio’, entre as cidades de Juru e Água Branca, a cerca de 400 km de João Pessoa, no Sertão da Paraíba. Um outro jovem que também vinha no veículo morreu dentro de uma ambulância do Samu, conforme disse o coordenador da unidade da cidade de Princesa Isabel, Leonardo Campos. 

Segundo informações da Companhia de Polícia Militar em Princesa Isabel, os jovens viajavam com destino a cidade de João Pessoa - onde residiam - quando o carro em que eles vinham se chocou frontalmente com um caminhão pipa. As vítimas moravam no bairro de Valentina Figueiredo, Zona Sul de João Pessoa.

“A primeira informação foi de que o Gol Prata onde vinham os jovens teria invadido a faixa contrária e bateu de frente com o caminhão. O casal de namorados – que estava no banco da frente - morreu na hora, preso às ferragens”, disse o cabo Queiroz.
Morreram na hora João Paulo Ramos de Oliveira, 24 anos, e Rafaela Tainá de Oliveira, 19 anos. Nicolas Cesar de Oliveira, 15 anos, veio a óbito dentro de uma Unidade de Suporte de Avançado do Samu quando era removido para o Hospital Regional de Patos.
João Paulo era estudante do curso de Informática e Rafaela fazia Administração e trabalhava na empresa Compel. Os corpos foram levados para o Núcleo de Medicina Legal da cidade de Patos.
 Colisão entre o caminhão e carro


Curta a página do São Vicente Agora no Facebook e fique atualizado com as notícias clicando AQUI







Portal Correio
Foto reprodução Portal Correio
Continuar lendo...