quinta-feira, 26 de maio de 2016

Idosa é encontrada na zona rural de Soledade através de grupo de WhatsApp

 
Fotos reprodução WhatsApp


Soledade - PB: Uma idosa, supostamente com Alzheimer, foi encontrada na manhã desta quinta feira 26, na zona rural de Soledade, no Curimataú paraibano, mais precisamente no Sítio Santa Luzia.

Uma moradora do sitio, que participa do grupo de WhatsApp São Vicente Agora, postou um áudio pedindo ajuda ao administrador do grupo, informando que uma senhora de idade, com cabelos grisalhos e carregando uma sacola estava perambulando pela localidade e não sabia informar de onde era.

Imediatamente o administrador do grupo, juntamente com outros participantes, pediram que a moradora postasse fotos da senhora pra ver se alguém a conhecia e após ser feito isto, a moradora foi orientada a acionar a Polícia Militar de Soledade - PB e o SAMU do município, que prontamente vieram socorrer a vítima.

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI  siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode enviar informações para a redação através do WhatsApp 9 9347- 4768

A senhora foi conduzida para o hospital de cidade, onde recebeu atendimento médico e, enquanto isso, os membros do grupo se mobilizavam para localizar a família da senhora encontrada.

Pouco tempo depois, membros do grupo conseguiram descobrir o local onde morava a família da mulher e entraram em contato com o hospital a mesma se encontrava. A senhora foi levada para o município de Cubati - PB pela Guarda Civil Municipal de Soledade, onde tem parentes da mesma.

O grupo de WhatsApp São Vicente Agora tem se destacado dos demais grupos pois seus participantes estão sempre interagindo, deixando todos informados dos acontecimentos da cidade e da região.

Além disso o grupo ainda pratica solidariedade, ajudando pessoas carentes ou desaparecidas a voltar para o seio da sua família. O sucesso é tanto que existe uma grande lista de pessoas à espera de uma vaga para poder entrar no grupo.

  









Continuar lendo...

Pré-candidata a prefeita é condenada pelo TRE por pagar propaganda em rede social

 
Jornal da Paraíba
Foto ilustrativa da internet


Decisão da Justiça Eleitoral deixa políticos em alerta. Paraibanos vêm fazendo constante uso do recurso.

Para muitos, ainda há dúvidas sobre os limites de fazer campanha eleitoral nas redes sociais. Está tudo livre? Pode pagar? Qual a infração? Para alguns especialistas, a propaganda eleitoral paga nas redes sociais, mesmo antes da campanha, não pode. 

E uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco vai nessa linha. No início da semana, a Corte condenou a deputada estadual Priscila Krause, pré-candidata à Prefeitura do Recife pelo Democratas (DEM), ao pagamento de multa no valor de R$ 5 mil, com fundamento da Lei 9.504/97 (no § 3º, do art. 36). Ela também vai ter que retirar da internet quaisquer postagens patrocinadas que façam referência, implícita ou explicitamente, a sua pré-candidatura.

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI  siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode enviar informações para a redação através do WhatsApp 9 9347- 4768

Na decisão, o juiz da Propaganda Eleitoral utilizou o primeiro precedente sobre a matéria do TRE-PE como modelo. “A Corte do TRE-PE entendeu que o que é proibido durante a campanha também não é permitido nos atos de pré-campanha. A propaganda paga na Internet é vedada”, disse o juiz Clicério Bezerra, na decisão.

Disse ainda, “o anúncio “patrocinado” suprime consideravelmente o caráter democrático da rede social, ferindo – no caso da pré-campanha eleitoral – o princípio da isonomia entre os pré-candidatos, privilegiando aquele que dispõe de mais vigor financeiro para custear suas publicações, permitindo, assim, atingir um número infinitamente maior de usuários do que conseguiria através de um anúncio gratuito”. Krause foi acusada pelo Ministério Público Eleitoral de ter extrapolado os limites permitidos na fase de pré-campanha, pois utilizou propaganda paga no Facebook, através de “publicação patrocinada”.

Por meio de nota publicada pelo G1 PE, a defesa de Krause disse que a deputada exerceu o direito dela na condição de presidente do Diretório Municipal do DEM de se expressar nas redes sociais e convocar as pessoas para assistir ao programa do partido.

Alerta vem sendo feito, mas paraibanos usam o recurso sem “pena”

O especialista em Direito Eleitoral, Ricardo Sérvulo, tem alertado políticos em eventos que participa, registrando a omissão da lei e os possíveis entendimentos. “Veja que a lei é omissa sobre poder pagar (fazer publicação impulsionada no Face, por exemplo), mas, tenho orientado, que, se não pode no período eleitoral a propaganda paga, na pré-campanha também não pode”, registrou.

A decisão e o entendimento do TRE de Pernambuco abre precedente para que o mesmo aconteça em outras cidades e estados. Aqui na Paraíba, pré-candidatos a prefeito, vereador já estão usando e abusando da ferramenta. Pagando pelo impulsionamento de publicações. Vai chover ação.






Continuar lendo...

Bandidos explodem caixa eletrônico em cidade do interior paraibano

Posto ficou completamente destruído na ação do grupo criminoso  (Foto: Silvia Torres/TV Cabo Branco)
G1 PB
Foto: Silvia Torres/TV Cabo Branco


Caso foi registrado na madrugada desta quinta-feira (26), segundo polícia.

Criminosos fugiram dando vários tiros; grupo estava em um carro branco.


Um caixa eletrônico de um banco privado foi explodido na madrugada desta quinta-feira (26) na cidade de Arara, no Agreste paraibano. Segundo informações do relatório do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), vários assaltantes chegaram ao posto de autoatendimento em uma picape de cor branca por volta das 3h40. O grupo arrombou o estabelecimento, instalou os explosivos e violaram o caixa eletrônico.

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI  siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode enviar informações para a redação através do WhatsApp 9 9347- 4768

A Polícia Civil, que esteve no local o início da manhã desta quinta-feira, informou que a gaveta onde o dinheiro fica guardado o dinheiro foi levado pelos assaltantes. De acordo com o delegado Pereira, responsável pela investigação, o caixa tinha sido abastecido na quarta-feira (25). A suspeita é que o grupo teve acesso à informações privilegiadas.

Os moradores da cidade ouviram o barulho da explosão e depois vários tiros. Com a explosão, o prédio onde funcionava o posto bancário ficou completamente destruído. Até o início da manhã desta quinta, a Polícia Militar seguia fazendo buscas, mas nenhum suspeito tinha sido localizado.





Continuar lendo...

Acidente entre motocicleta e caminhão, deixa uma vítima fatal no interior da PB

Amigos e familiares prestaram homenagens na internet
Portal Correio
Foto reprodução Portal Correio


O jovem Victor Dantas, que fazia parte de um grupo de motociclistas em Campina Grande, morreu após ser atingido por um caminhão, na manhã desta quinta-feira (26), em um trecho da rodovia PB-095, nas proximidades do município de Massaranduba, no Agreste paraibano, a 119 km de João Pessoa.

De acordo com o Centro Integrado de Operações Policiais da Polícia Militar em Campina Grande (Ciop), a vítima estava na companhia de outros motociclistas indo para um evento quando teria sido atingida pelo caminhão.

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI  siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode enviar informações para a redação através do WhatsApp 9 9347- 4768

Com o impacto, o jovem caiu da moto e bateu com a cabeça no chão. Mesmo de capacete, ele teve sérios ferimentos no rosto e em membros do corpo, morrendo no local antes de receber socorro médico.

Ainda segundo o Ciop, o motorista do caminhão fugiu do local e não foi localizado. O corpo da vítima foi levado por equipes da Gerência de Medicina e Odontologia Legal de Campina Grande (Gemol).

Amigos e familiares prestaram homenagens com mensagens nas redes sociais. Victor integrava o grupo de motociclistas 'Coroas do Asfalto', de Campina Grande.





Continuar lendo...

Antes de sofrer estupro coletivo por 33 homens, adolescente afirma a polícia que foi dopada

R7
Foto reprodução R7


Ao menos dois criminosos foram identificados e devem ter a prisão pedida.
 
A adolescente de 16 anos, vítima de um estupro coletivo em uma comunidade da zona oeste do Rio de Janeiro, disse em depoimento à polícia na madrugada desta quinta-feira (26) ter sido dopada e violentada por 33 homens. A jovem foi submetida a exames no IML (Instituto Médico Legal) e em seguida encaminhada ao hospital Souza Aguiar, onde deve começar a tomar coquetel de medicamentos anti HIV.

Ela foi ouvida na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática. O delegado Alessandro Thies pede que informações que possam ajudar a identificar os suspeitos sejam enviadas ao e-mail alessandrothiers@pcivil.rj.gov.br.

A defesa da adolescente, que acompanhou o depoimento, afirmou que ela não é usuária de drogas pesadas, como crack e cocaína, mas que faz uso de entorpecentes. A vítima disse à polícia ter ido à comunidade para um baile funk na última sexta-feira (20) e permanecido na região até segunda (23), quando chegou em casa se deu conta que estava sem o telefone celular e retornou. O estupro coletivo ocorreu na terça-feira (24).

A jovem relatou que acredita ter sido dopada e que, quando voltou à consciência, estava sendo estuprada por 33 homens.

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI  siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode enviar informações para a redação através do WhatsApp 9 9347- 4768

Um vídeo gravado após o crime, com a vítima nua e desacordada, foi postado em redes sociais. Ao menos dois suspeitos foram identificados e devem ter a prisão pedida pela polícia. Um deles, identificado apenas como Michel, postou a gravação no Twitter na terça-feira (24). No vídeo, ele e outro rapaz exibem a jovem e fazem comentários que indicam o estupro.

"Amassaram a mina, intendeu (sic) ou não intendeu (sic)? Kkkkkkkkkk", escreveu o autor da postagem.

Vítima de estupro coletivo em comunidade do Rio é encontrada; suspeitos são identificados

No início do vídeo, um dos homens afirma: "Essa aqui, mais de 30, engravidou". Enquanto filmam o órgão genital da vítima, um deles narra: "Olha como que tá (sic). Sangrando. Olha onde o trem passou. Onde o trem bala passou de marreta".

O linguajar usado pelos dois homens sugere que sejam pessoas habituadas a gírias comuns entre criminosos. Além do vídeo, também há ao menos uma foto de um dos rapazes à frente do corpo da jovem.

A postagem repercutiu no Twitter nesta quarta-feira (25). "Ele dopou a garota e filmou ela (sic) após o estupro", escreveu uma pessoa. "Embebedou uma garota a ponto de deixá-la inconsciente, estuprou e postou um vídeo se vangloriando do ato", postou outro internauta. "O cara estupra, expõe e se gaba da atitude abominável. O que ele merece? Cadeia! Denunciem o Michel", escreveu outra pessoa.

Após a repercussão, um dos rapazes que aparecem nas imagens apagou sua conta na rede social. Antes, porém, ele reclamou das críticas e ameaçou divulgar mais imagens da vítima.

Pelo menos mais quatro rapazes compartilharam o vídeo — não se sabe se eles também participaram do estupro ou se limitaram a divulgar o vídeo —, o que também pode valer punição pela Justiça.

O caso é investigado pelo delegado Alessandro Thiers, titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), que informou não poder dar detalhes a respeito da investigação, para não expor a vítima.

Ao longo da noite desta quarta, os perfis das quatro pessoas que até então haviam divulgado o vídeo foram alvo de críticas de outros internautas. Eles pedem que ninguém compartilhe as imagens e defendem punição aos envolvidos. Foram divulgados um perfil no Facebook e um número de telefone celular que pertenceriam a um dos autores do estupro.







Continuar lendo...